Corte por falta de pagamento

Em agosto, concessionárias de energia elétrica voltam a poder suspender o fornecimento por causa dos débitos

Imagem ilustrativa / Freepik

A partir de 1º de agosto, as concessionárias de energia elétrica poderão retomar o corte do serviço por falta de pagamento em todo o Brasil. A decisão é da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Os cortes foram suspensos em março, também por decisão da Aneel, dada a crise econômica por conta da pandemia do novo coronavírus.

A nova medida vale para consumidores residenciais e comerciais que atuam no segmento de atividades consideradas essenciais.

Segundo a resolução aprovada pelo órgão, a concessionária deverá enviar uma nova notificação ao consumidor sobre a existência de pagamentos pendentes.

A proibição do corte está mantida apenas para um grupo determinado de consumidores. São eles:

  • Os baixa renda;
  • Unidades onde morem pessoa que dependa de equipamentos elétricos essenciais à preservação da vida;
  • Unidades que deixaram de receber a fatura impressa sem autorização do consumidor;
  • Aqueles em locais sem postos de arrecadação em funcionamento (como bancos e lotéricas, por exemplo) ou nos quais a circulação de pessoas seja restringida por ato do poder público.

Em Mato Grosso, o Procon alerta para o aumento do consumo nessa época do ano, em que as temperaturas ficam mais altas.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorComunicado 29.07 Águas Cuiabá
Próximo artigoDoações de sangue caem quase 50% em Cuiabá no primeiro semestre