Coro Experimental MT inicia temporada 2022 com espetáculo “A Tempo”

CEMT já nasceu com o desejo de experimentar novas formas de fazer canto coral

(Foto: Assessoria)

A tempo, o Coro Experimental MT (CEMT) sobe ao palco do Teatro do Cerrado “Zulmira Canavarros” nesta quinta-feira (19/05) para apresentar uma nova versão do seu espetáculo de estreia.

Criado em 2017 para participar de uma apresentação em homenagem aos 130 anos de Heitor Villa-Lobos, o CEMT já nasceu com o desejo de experimentar novas formas de fazer canto coral. O espetáculo “A Tempo” estreou em outubro daquele ano, marcando a trajetória do Coro ao apresentar novos arranjos de clássicos como “Tempo perdido” (Renato Russo) e “Time after time”, sucesso da cantora Cindy Lauper.

Nesses cinco anos, o CEMT – sempre sob a direção e regência de Jefferson Neves e Tuanny Godoi – passou por muitas mudanças, mas manteve sua essência e se consolidou como um coro independente. Novos coralistas chegaram, alguns deixaram o grupo e vários – como filhos pródigos – retornaram. Há também integrantes que permanecem desde 2017 como a cantora Vera Capilé, uma das maiores entusiastas do CEMT. A designer Nara Silva está morando na Bahia, porém permanece ligada ao coro elaborando a distância os programas e o material gráfico do CEMT.

Nesse clima de encontros e despedidas, nada mais natural do que oferecer ao público a oportunidade de matar as saudades de “A Tempo”, que volta renovado, mais leve, divertido e dinâmico, com novas canções e solos de integrantes do CEMT (inclusive do maestro e arranjador Jefferson Neves).

“Um dos principais motivos de refazermos este espetáculo é o repertório selecionado e a saudade de nosso primeiro show. ‘A Tempo’ tem uma importância especial em nossa história, pois foi através da realização deste show que tivemos a certeza de que poderíamos ser independentes e de que estávamos preparados para enfrentar qualquer desafio”, afirma Neves.

Segundo ele, o repertório de “A Tempo” emocionou muito o público que assistiu à primeira versão. “Isso também nos marcou porque até hoje recebemos muitos elogios sobre este show. Os cantores veteranos do CEMT compartilham desta saudade gostosa e têm agora a oportunidade de reviver as primeiras canções que interpretamos juntos”, diz Neves acrescenta que esta releitura de “A Tempo” dá a oportunidade de incluir canções que ficaram de fora do espetáculo de estreia e, de quebra, apresentar um roteiro original, desenvolvido por ele.

“Apresentar novamente ‘A Tempo’, principalmente após um longo período de pandemia em que estivemos impedidos de estar em contato com o público, é uma forma de celebrar. Afinal estamos completando cinco anos do CEMT, com a apresentação de shows temáticos e originais em que compartilhamos o prazer de estar no palco, interpretando as canções que nos tocam”, afirma.

“A Tempo” é uma oportunidade para recordar as primeiras experiências do CEMT e, ao mesmo tempo, compartilhar essas lembranças com os novos integrantes do coral e o público que sempre prestigia suas apresentações, na opinião de Tuanny Godoi.

Jefferson Neves frisa que o tempo é um tema universal e sempre atual, que permite várias reflexões, tendo sido explorado com maestria por poetas, escritores e compositores que serão lembrados no palco do Teatro do Cerrado “Zulmira Canavarros”. A lista é grande e contempla Mário Quintana, José Saramago, Lorenzo Falcão (integrante do naipe de baixos do CEMT), Lulu Santos, Tulipa Ruiz, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Eduardo Gudin, Paulinho Moska, Moisés Martins, Pescuma e Roberto Lucialdo, entre outros.

Os ensaios do CEMT acontecem no Palácio da Instrução graças à parceria com a Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT).

Data: 19 de maio de 2022 (quinta-feira), às 20h
Local: Teatro do Cerrado “Zulmira Canavarros” (Assembleia Legislativa de Mato Grosso)
Ingressos: a R$ 40 (inteira) e R$ 20 + 1 kg de alimento não perecível (meia solidária). Venda de ingressos antecipados através deste link.

(Da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPresidente diz que deve ter sido único líder contrário ao isolamento
Próximo artigoLicitação à vista