Coreia do Sul descriminaliza o aborto em todo território nacional

Depois da Argentina, o país asiático também cancelou a lei que tornava crime o aborto no país

(Foto: Reprodução/Twitter)

Neste final de semana, o aborto deixou de ser considerado crime na Coreia do Sul. A lei que tornava o método ilegal foi cancelada na última sexta-feira pela Assembléia Nacional do país.

Antes o aborto só era permitido no país em casos de estupro ou risco de vida para a gestante – e a nova lei descriminaliza a interrupção voluntária da gravidez para todas as mulheres. Ainda não há consenso no país de até quantos meses de gestação o aborto pode ser realizado.

O aborto voluntário era crime há 67 anos no País, mas a legislação vigente expirou neste início de ano, o que levou a Assembléia Nacional a alterar diversas leis.

No momento, não existe um prazo estabelecido para que a interrupção seja realizada e tanto parlamentares favoráveis como contrários apresentaram emendas relacionadas às mudanças na lei do aborto.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMulher esfaqueia marido nas costas enquanto ele dormia
Próximo artigoBolsonaro diz que vacina emergencial contra a covid “está a caminho”