Consórcio Internacional de Educação Corporativa Cooperativista

Faculdade de MT participa com outros 25 países

Líderes do cooperativismo em Mato Grosso e no Canadá estão encabeçando uma mobilização internacional para o relançamento do Consórcio Internacional de Educação Corporativa Cooperativista. Atualmente, cerca 25 países já confirmaram a participação na iniciativa e a expectativa é que os primeiros frutos da ação sejam colhidos já no próximo ano.

O presidente do Sistema de Organização das Cooperativas Brasileira em Mato Grosso (OCB/MT) e representante do Brasil no Conselho da Aliança Cooperativa Internacional, Onofre Cesário de Souza Filho, explica que a retomada dos trabalhos será oficializada durante a 33º Congresso de Cooperativismo Mundial, que acontece em dezembro no período e 1 a 3, na cidade de Seul, na Coreia do Sul.

Cesário explica que como representante do Brasil na Aliança Cooperativa Internacional integrou um grupo que apresentou a proposta de formação de uma rede de educação internacional cooperativa. A ideia foi vista com bons olhos e logo propagada entre os demais países.

Algum tempo depois, a Universidade de Santa Maria, no Canadá, entrou em contato e disse que havia um projeto de Consórcio Cooperativo Internacional parado desde 2013 e que o momento poderia ser favorável para retomá-lo, o que aceleraria o processo. E, assim foi feito.

Cesário defende que a formação do consórcio representará avanço para os negócios em várias nações por meio da retenção e compartilhamento de conhecimento. Ele diz que atualmente já existe este intercâmbio dentro do Brasil e no exterior. Porém, não é algo sistematizado ou com a formação de projetos educacionais perenes, chancelado pelos processos acadêmicos e que fica armazenado e disponível nas universidades.

“Hoje, muitas vezes a experiência, seja da visita ou do estudo, fica retida na pessoa. Nem sempre há sequência dos estudos e quando a pessoa opta por sair do cooperativismo, perdemos o conhecimento”, explica.
Com a criação do consórcio, as trocas ganham um novo tratamento metodológico, importante para a universalização dos trabalhos, como é proposto pelo consórcio.

Onofre Cesário de Souza Filho, presidente (OCB/MT) e representante do Brasil no Conselho da Aliança Cooperativa Internacional

Mato Grosso – Desde a formação do Sistema OCB muita coisa evoluiu e Mato Grosso tem despontado no Brasil em relação ao cooperativismo, avalia Onofre Cesário. Ele relata que atualmente, uma das três universidades cooperativas do país está no Estado, a Faculdade do Cooperativismo (I.Coop).

Aqui, explica o presidente da OCB/MT, também já se trabalha a produção de conhecimento de forma acadêmica por meio de algumas parcerias como a realizada com a Universidade de Mondragon, no País Basco, na Espanha, que é referência mundial sobre o assunto.

Mais do que visitas técnicas, a parceria permitiu que alguns alunos pudessem fazer um mestrado na instituição, com a maior parte das atividades on line, para ampliar o atendimento e a evolução dos projetos em terras mato-grossenses. Uma parceria, que para Cesário, irá se fortalecer com as atividades do Consórcio Cooperativo Internacional, que irá oferecer mais oportunidades, vagas e ainda a possibilidade de desenvolvimento de intercâmbios para pesquisas e projetos conjuntos.

SomosCoop – A Organização das Cooperativas Brasileiras de Mato Grosso – Sistema OCB/MT – é uma entidade formada por 3 instituições que fazem papéis distintos e ao mesmo tempo interligados, focados no suporte às cooperativas: OCB/MT – Sindicato e Organização das Cooperativas Brasileiras de Mato Grosso; Sescoop/MT – Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo no Estado de Mato Grosso; e o I.Coop – Faculdade de Cooperativismo. O Sistema OCB/MT faz parte do movimento cooperativista nacional SomosCoop.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorHomem mata a ex-esposa e se mata em seguida em Cuiabá
Próximo artigoCriança venezuelana é encontrada sozinha em quitinete em meio a lixo e restos de alimentos