Considerado o maior estelionatário do Brasil, Marcelo Vip é preso por enganar a Justiça

(Foto: Reprodução TVCA)

Marcelo Nascimento da Rocha, o “Marcelo VIP”, já considerado o maior estelionatário do Brasil, foi preso novamente nesta sexta-feira (31), em Cuiabá, na segunda fase da operação “Regressus”. Além dele, Márcio Batista da Silva, o “Dinho Porquinho”, também teve um mandado de prisão expedido. Ambos estão sendo acusados de falsidade ideológica, fraude processual e associação criminosa.

Os mandados de prisão foram decretados pela 7º Vara Criminal da Comarca de Cuiabá e fazem parte da segunda fase da operação “Regressus”, comandada pela Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO).

Conforme informações da Polícia Civil, VIP e Dinho se articularam em associação criminosa criando mecanismos para induzir a Justiça em erro, apresentando documentação ideologicamente falsa, com o objetivo de conseguir benefícios no regime de cumprimento de pena perante a Vara de Execuções Penais de Cuiabá.

Além de Marcelo e Márcio, outros dois indivíduos, cujos nomes não foram divulgados, também foram indiciados.

VIP foi encontrado pelos investigadores do GCCO em seu apartamento, em um prédio na região nobre da Capital. Já Márcio teve o mandado cumprido na Penitenciária Central do Estado (PCE), onde encontra-se preso e tomou ciência no pedido de prisão.

Regressus – 1ª fase

Marcelo VIP já havia sido preso na primeira fase da Operação Regressus, em abril deste ano. A operação investigava um esquema de fraudes em processos de progressão de regime de presos.

Em maio, ele foi liberado pelo juiz Geraldo Fidélis, com o argumento de que a liberdade condicional do empresário foi concedida antes das supostas novas práticas criminosas que resultaram na deflagração da operação e, dessa forma, não justificavam a ordem de prisão.

Marcelo VIP

Conhecido como o maior estelionatário do Brasil por ter sido preso mais de 12 vezes, a vida de Marcelo chegou a virar filme. “VIPs – Histórias Reais de um Mentiroso”, foi estrelado pelo ator Wagner Moura.

Um dos golpes mais famosos do estelionatário foi se passar pelo filho do dono da Gol, Nenê Constantino.

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorTSE aprova registro da candidatura de Alckmin à Presidência
Próximo artigoAtores de super-heróis da Marvel se unem para ajudar menino com câncer terminal; veja os vídeos