Consideradas de risco, áreas perto de córregos em Cuiabá são monitoradas

Em fevereiro, foram registrados 280 milímetros de água em Cuiabá. Índice é o maior dos últimos 10 anos

(Foto: Vicente Aquino/Prefeitura de Cuiabá)

Em fevereiro, a média histórica do volume pluviométrico dos últimos 10 anos foi ultrapassada em Cuiabá. Esse ano foram registrados 280 milímetros de água, no mês. Por causa do risco, as áreas próximas de córregos e do Rio Cuiabá são monitoradas pela Defesa Civil.

São aproximadamente 1.377.82 hectares de áreas consideradas de risco. Periodicamente, os locais são visitados para monitoramento durante o período de chuvas.

Na capital, os bairros com maior concentração de áreas de risco são: Cohab São Gonçalo, Parque Geórgia, Jardim Vitória, Jardim Florianópolis, Jardim União, Águas Nascentes, Três Poderes, Altos da Serra e Altos da Glória.

LEIA TAMBÉM

A Defesa Civil pede que as pessoas que vivem nas áreas consideradas de risco fiquem em alerta e faz algumas recomendações. Entre elas:

  • acompanhar o nível dos córregos e do rio Cuiabá;
  • caso note o aumento do nível da água, levantar os móveis da casa e depois deixar a casa e buscar um local mais seguro;
  • não deixar crianças sozinhas em casa;
  • não deixar crianças brincar na enxurrada e também não andar na enxurrada

Ligue 193

A orientação do órgão é que, ao menor sinal de incidente, o socorro seja acionado através do número 193.

Em casos de possíveis desmoronamentos, rachaduras, entre outros, a população deve acionar a Defesa Civil pelo número (65) 3623-9633.

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEntenda porque um abraço de Dráuzio Varella comoveu a internet e até Rodrigo Santoro
Próximo artigoSeu filho tem medo de cortar o cabelo? Descobrimos um lugar feito para ele