Início Personagens Conheça a história de “El Moreno”, o lutador cuiabano pupilo de Anderson...

Conheça a história de “El Moreno”, o lutador cuiabano pupilo de Anderson Silva

Lutador que vendia trufas no semáforo em Cuiabá se torna a promessa do boxe mundial

Pupilo de Anderson Silva, Eliezer Pinho da Silva é um lutador de boxe consagrado campeão de diversos títulos no boxe, como o Panamerican champion Kickboxing, South American champion Kickboxing, Brazilian champion Kickboxing e o Champion cup Brazil Kickboxing.

Conhecido também por “El Moreno”, ele nasceu em Cuiabá e atualmente mora em Los Angeles, nos Estados Unidos.

A luta pela carreira

Eliezer Pinho da Silva, 27 anos, nasceu em Cuiabá, mas foi criado do distrito de Nossa Senhora no Guia e no Bairro da Manga, em Várzea Grande. Ele foi casado com Eva Regina e teve 2 filhos: Emanuel, sete anos, e Esther, cinco anos.

Aos 24 anos sonhou com voos mais altos para a vida profissional, tinha como objetivo treinar na academia Black House, de artes marciais mistas (MMA). Para chegar no seu objetivo, precisou arrecadar R$ 15 mil.

Sem ter o dinheiro, o lutador começou a ação “ajude um atleta”, que consistia em vender trufas no semáforo das principais avenidas da capital mato-grossense.

Para as vendas das trufas, contou com o apoio de amigos e familiares. Dentro dessa ação recebeu o seu maior incentivo e teve a sua maior lição de vida, um garoto de 10 anos,
chamado Lenylton, resolveu ajudá-lo. Como ele estudava no período vespertino, prestava
auxílio pela manhã.

Encontravam-se no ponto de ônibus para começar as vendas. Muitas vezes envergonhado, o lutador buscou motivação no pequeno garoto. Eliezer já estava desanimado quando Lenylton virou para ele e disse: “Se você é incapaz de realizar o seu sonho, volta para a casa”. Com essa lição Eliezer chegou ao seu objetivo.

“O que faz você bom é a perseverança. Talento todo mundo tem, mas tem que ter uma dedicação, isso é o que torna você bom”, disse Eliezer.

Encontro com Anderson Silva

Em 2020, Eliezer foi descoberto por Anderson Silva, que o viu treinar na academia Black House.

A manager do Anderson Silva conseguiu o contato do Eliezer e o convidou para ser o
sparring do ex campeão peso médio do UFC. Na luta, sparring é a pessoa que auxilia no preparo do lutador, muitas vezes participando das lutas, onde simula ser o adversário.

Na época, era o ápice da pandemia em Los Angeles, então todos da equipe de Anderson Silva se concentraram em uma casa e todos realizavam o teste do covid-19 antes de entrar. O objetivo era se preparar para as competições.

“Eliezer é um cara dedicado, chegou nos Estados Unidos com muitos sonhos, com bastante determinação e acredito que a cada dia que passa vai chegando mais perto das realizações dos sonhos dele. Um cara que sempre fala da família e dos filhos, o quanto ele ama os filhos dele, o quanto ele quer dar uma vida melhor para eles. É um cara que se dedica muito, que tem talento e habilidade natural invejável. Eu me sinto honrado de poder treinar com ele e ter ele como um irmão mais novo”, disse Anderson Silva em entrevista ao LIVRE.

Como em toda profissão, Eliezer precisa de auxílio para buscar por seus objetivos pessoais e profissionais. Para isso, ele conta com a ajuda de Nico, um coach mexicano que reside nos Estados Unidos. A colaboração do profissional tem feito a diferença na vida do cuiabano.

“Eliezer tem um coração muito grande, uma pegada muito dura e muito forte. Ele é muito
talentoso e amo ele. Chegou aqui nos Estados Unidos sem família, tenho ele como um filho. Ele é um boxeador muito forte, trabalhamos todos os sábado durante duas horas”, disse o coach Nico Robledo.

“Quero fazer história na luta, quero ser uma lenda como o Anderson”, disse o cuibano.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui