Congresso vai votar esta semana veto ao Fundo Eleitoral de R$ 5,7 bilhões

Presidente da Câmara Federal, Arthur Lira (PP), disse ser demagogia dos parlamentares optarem pela manutenção do veto

(Foto: Rodolfo Stuckert)

O Congresso Nacional deve votar ainda esta semana o veto do presidente Jair Bolsonaro ao Fundo Eleitoral de R$ 5,7 bilhões para as campanhas de 2022. O presidente da Câmara Federal, deputado Arthur Lira (PP-AL), disse nesse domingo (13), que o veto deve ser derrubado. 

Ele afirmou, em entrevista à Globonews, ser “muita demagogia”, que a manutenção do fundo seja bloqueada, pois seria é a única fonte de recursos para os políticos fazerem campanha. 

“Hoje a única maneira que temos para evitar que tráfico, milícias e contraventores financiem e façam a má-gestão da política é com um financiamento público, claro e transparente”, afirmou. 

O veto está programado para passar por duas reuniões esta semana no Congresso, uma hoje e outra na sexta-feira (17). Para fazer qualquer alteração no valor, é preciso derrubar o veto e depois abrir discussão para valores alternativos. 

Porém, a segunda etapa, está longe de consenso entre os deputados federais. A votação precisa ser concluída antes do fechamento do Orçamento 2022. 

Os deputados federais de Mato Grosso afirmaram, na época da análise da proposta, no começo do semestre, que o Fundo Eleitoral havia sido “infiltrado” na peça da Lei de Diretrizes Orçamentárias. 

Essa estratégia teria evitado a discussão do Fundo em separado e passou despercebido por eles. Disseram ainda que iriam manter o veto aos R$ 5,7 bilhões, caso houvesse rejeição do presidente Bolsonaro.   

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCriança de cinco anos é encontrada abandonada pela mãe sozinha em apartamento
Próximo artigoMotorista mata mulher atropelada em Cuiabá e foge