Conforme delação, Silval ocultou ao menos R$ 65 milhões em imóveis

Ednilson Aguiar/O Livre

Silval Barbosa

O latifundiário Silval Barbosa: patrimônio milionário em nome de terceiros

O patrimônio não declarado do ex-governador Silval Barbosa (PMDB) é de pelo menos a R$ 64,6 milhões. Conforme a delação homologada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), Silval era um latifundiário e escondia em nome de laranjas imóveis de luxo, três fazendas, terrenos e empresa de comunicação.

VEJA A COBERTURA COMPLETA DA DELAÇÃO

Entre os itens está uma fazenda de 80 mil hectares em Colniza (1.065 km de Cuiabá), cuja parte do ex-governador (50% da propriedade) está avaliada em R$ 35 milhões. É a maior propriedade do ex-governador.

Há também uma fazenda em Poconé com aproximadamente 10 mil hectares, avaliada em R$ 15 milhões. E outra fazenda de 3,6 mil hectares em Marcelândia cujo valor aproximado é de R$ 5 milhões.

O ex-governador também apreciava imóveis de alto padrão e nunca havia declarado a mansão de R$ 3 milhões que possui em Jurerê Internacional, balado balneário do litoral de Santa Catarina. A propriedade, segundo a delação, está no nome do empresário do setor de factorings, Valdir Piran.

Outros dois terrenos em Sinop foram ocultados por ao menos sete anos e, somados, chegam a R$ 5,6 milhões. Por fim, Silval também revelou ser proprietário de uma empresa de comunicação, que aguarda regularização junto ao Ministério das Comunicações. O valor aproximado do bem é de R$ 1 milhão e, segundo o ex-governador, foi comprado do ex-deputado José Riva.

Reprodução/O Livre

Silval delação

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMorre aos 98 anos Dom José Maria Pires, o arcebispo mais idoso do Brasil
Próximo artigoPreço do etanol cai em 15 Estados e no Distrito Federal, revela ANP