Concerto com entrada franca reúne instrumentistas renomados

Apresentação com o russo Levon Ambartsumian e os brasileiros Ana Flávia Frazão e Oliver Yatsugafu acontece nesta quinta-feira (24), no Teatro Universitário

Oliver

O conjunto de instrumentistas “UFMT em Cordas” se apresenta nesta quinta-feira (24), acompanhado de solistas renomados, em um repertório clássico, no Teatro Universitário da UFMT. O violinista anfitrião e coordenador do projeto, Oliver Yatsugafu, recebe o mentor russo, Levon Ambartsumian, e a pianista brasileira de carreira internacional, Ana Flávia Frazão. A entrada é gratuita e sujeita a lotação.

Durante a apresentação, que começa às 20 horas e passa por clássicas composições de Bach, Mozart e Glinka, Levon Ambartsumian, hoje residente nos Estados Unidos, intercala no violino e na regência, assumindo a direção artística do espetáculo. Professor de Oliver Yatsugafu no mestrado e doutorado, o músico estudou na Central Music School e no Moscow Tchaikovsky Conservatory com mestres de renome.

Com um currículo de importantes premiações, é responsável pela formação de instrumentistas que atuam nas principais orquestras de Portugal, Alemanha, França e Dinamarca, premiados em concursos internacionais.

Ana Flávia Frazão, formada pela Universidade Federal de Goiás, é professora piano e música de câmara na instituição, desde 2004, com título de Mestre e Doutora, ambos pela Escola Superior de Música de Karlsruhe, na Alemanha. Ativa no cenário da música clássica, se apresenta nas principais salas de concerto do Brasil e em países como Itália, Alemanha, Croácia, Japão e Estados Unidos, ao lado de músicos destacados.

Frequentemente convidada para ministrar cursos e masterclasses em diversas universidades, centros de música e festivais, foi vencedora do Concurso Nacional JK realizado em Brasília em 1992, obteve primeiro lugar na Série de Concertos da Sala Barroca em Kyoto, no Japão, com o Trio Augarten, em 2001.

“Uma grande sensação é que a gente vai levar um Piano de Cauda para o teatro, literalmente, o transportando da Faculdade de Comunicação e Artes para o Teatro”, conta a coordenadora pedagógica do projeto, Rubia Naspolini Yatsugafu.

Oliver Yatsugafu é Bacharel em Música pela EMBAP/PR e Mestre e Doutor em Artes Musicais pela UGA/EUA, na classe do professor Levon Ambartsumian, participando de importantes concursos internacionais. Sob a orientação do violinista Paulo Bosísio, conquistou os primeiros prêmios nacionais e tem se apresentado no Brasil, EUA, Portugal, Itália, Áustria, China, Japão e Austrália.

Atuou como spalla na Orquestra Sinfônica do Paraná e na Camerata Florianópolis e desde 2013, é professor do Departamento de Artes da UFMT, nas áreas de violino e de música de câmara. Desde 2016, é coordenador do Programa UFMT com a Corda Toda.

UFMT em Cordas

Na composição do conjunto, Oliver Yatsugafu junto aos músicos Jhonni Campos, Francisco Lopes, Hulda Carla, Gleciane Freitas, Carlos Soares, Carol Kelli, Allan Jordam, Dayckson Linconl assumem os violinos. Nas violas, Keroll Weidner, Emanuel Erasmo, Diego Lopes, Henrique Cassiano e nos violoncelos, David Gardner e Bárbara Sol. Jhon Stuart ainda acompanha no contrabaixo.

O UFMT em Cordas é um conjunto artístico criado em 2015, incorporado pelo programa UFMT com a Corda Toda em 2016. O grupo é formado por alunos dos cursos de Bacharelado em Violino e Licenciatura em Música, além de servidores da instituição. Além da formação artística dos graduandos, o grupo tem como finalidade divulgar a música e aproximá-la da comunidade.

O projeto tem como objetivo proporcionar aos instrumentistas as vivências próprias da música de câmara e o desenvolvimento de noções específicas desse tipo de formação, tais como performance em conjunto, entrosamento, afinação, equilíbrio sonoro e diversidade de sonoridades, dinâmica e fraseado.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

  1. Gostara de sabe: se o prof. Angelo Santos, que é um dos melhores pianistas da região,
    sempre toca e também vai tocar nesse evento…por que nome dele não consta dentre os demais nessa matéria?

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorBR-364 terá interdição total por quatro noites a partir de quinta-feira
Próximo artigoEm curso de mergulho, bombeiros fazem prova escrita embaixo d’água