Comprovação de vacina

Lei em vigor diz que crianças até 12 anos não devem ser exigidas de documentos de imunização em Mato Grosso

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

Entrou em vigor nessa terça-feira (30), em Mato Grosso, uma lei que dispensa a comprovação de imunização contra a covid-19 de crianças com até 12 anos.  

Conforme a normativa, estabelecimentos públicos e privados não poderão exigir a comprovação até que haja vacinação para a faixa etária. 

A comprovação tem sido exigida em Mato Grosso, de jovens e adultos, para eventos de grande aglomeração de pessoas. A liberação da exigência para crianças surgiu após o filho de 7 anos do deputado estadual Paulo Araújo (PP) ser barrado na Arena Pantanal. 

Trecho do projeto de lei destacou que “as crianças que ficam em casa, cercadas de todos os outros já vacinados, podem estar mais protegidas, menos vulneráveis […]”. 

Diz ainda que sobre a vacinação das crianças, “os estudos ainda estão sendo executados, porque não se pode simplesmente começar a vacinar criança sem ter o estudo nessa faixa etária”. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorParis 6 Cuiabá apresenta Menu Verão 2022
Próximo artigoMoradora de Cuiabá consegue zerar dívida de água de mais de R$ 5 mil