Compras de fim de ano devem movimentar R$ 1,2 bilhão em Mato Grosso

Comércio local deve absorver 47% das compras que serão realizadas para as festas de Natal e Ano Novo, aponta pesquisa do IPF

As compras de fim de ano devem movimentar R$ 1,2 bilhão em Mato Grosso, com a concentração de vendas nos comércios locais. Os números são do Instituto de Pesquisa Fecomércio (IPF) apresentados nesta quinta-feira (10). 

Conforme os dados, 50% dos mato-grossenses planejam gastar entre R$ 1 mil e R$ 5 mil com presentes, celebrações e alimentos tradicionais de Natal e Ano Novo. A maioria (65%) disse que vai gastar até R$ 1 mil ou esse valor seria maior se não houvesse a perspectiva da pandemia. 

Outros 8% disseram que seus gastos vão variar entre R$ 1 mil e R$ 5 mil, também levando em consideração a insegurança gerada pela pandemia. A pesquisa identificou que o gasto será 38% menor, em média. 

Comportamento novo

A notícia animadora para o comércio é que os consumidores pretendem dar preferência para os estabelecimentos em suas cidades e bairros para as compras de fim de ano. Esse grupo representa 47% das pessoas que planejam gastar nas próximas semanas. 

“Esse é um comportamento novo que identificamos na nossa primeira pesquisa, feita em campo. Acredito que seja uma consciência criada durante a pandemia a preferência pelo comércio local. E os entrevistados justificaram que entendem que a compra nesses estabelecimentos gera tributo, gera faturamento e pode ter retorno local”, comenta o coordenador da pesquisa, sociólogo Maurício Munhoz Ferraz. 

Os critérios mais citados pelos entrevistados para a compra local são praticidade, preço barato, ajuda, localização próxima e valorização. O comércio eletrônico é a preferência de 30%, o comércio informação de 11% e as compras em viagem de 10%. 

A pesquisa do IPF realizada entre os dias 2 e 7 de dezembro com 603 em três cidades, Cuiabá, Campo Verde e Acorizal, e concentrou as entrevistas entre pessoas da classe média. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPrefeitura retoma processo seletivo
Próximo artigoDerrubada lei que vinculava salário dos procuradores da ALMT aos de ministros do STF