Como as casas serão após a pandemia?

(Foto: Reprodução/Pierre Blaché de Pixabay)

A nossa rotina mudou: antes, saímos cedo para trabalhar e voltávamos tarde para casa. Nos finais de semana, não parávamos no lar. Agora, muitas pessoas viram as suas casas se transformarem em escola, escritório, academia e espaços de lazer. Com essas mudanças, surge a dúvida: como as casas serão após a pandemia? Os apartamentos em SP e em qualquer região serão os mesmos?

Tudo indica que não. No entanto, não há nenhuma certeza sobre o futuro. A tendência é que as casas se tornem multifuncionais. Confira algumas alterações que os apartamentos em São Paulo e nas demais regiões afetadas pelo vírus podem sofrer ou já estão sofrendo:

Home office como parte da casa

Com a pandemia do novo coronavírus e as consequentes medidas para evitar o contágio, muitas empresas adotaram o regime de home office. Alguns trabalhadores foram pegos de surpresa e tiveram que adaptar um cantinho da casa para realizar as tarefas profissionais à distância.

Muitos especialistas acreditam que o home office continuará sendo a forma de trabalho de certas organizações após a pandemia. Por isso, um determinado espaço do apartamento studio e outros imóveis precisa ser destinado à essa função.

Hall funcional

Se o hall dos apartamentos na Zona Sul e em todos os lugares era um espaço decorado antes de entrar na casa, agora ele se tornou um grande amigo das famílias na luta contra o coronavírus. Os enfeites dos aparadores deram lugar ao álcool em gel, os tapetes ganharam novas versões com desinfetantes e chegaram móveis para deixar os sapatos, e roupas vindos da rua.

A tendência é que esses espaços sejam funcionais, voltados para a higienização antes de entrar em casa.

Pisos e revestimentos laváveis

Devido ao vírus, as pessoas passaram a se preocupar mais com a limpeza dentro de casa. Para que a higienização seja mais eficaz, fácil e que não estrague os acabamentos, é provável que as pessoas escolham pisos e revestimentos laváveis.

Sensores

A tecnologia vem ajudando bastante neste período de isolamentos social e nas medidas de prevenção. Alguns especialistas apontam que os próximos apartamentos à venda poderão contar com avanços tecnológicos para evitar o contato.

Um dos exemplos são os sensores para dar descarga, luz e outras funções. Assistentes de voz também poderão fazer mais parte da vida das pessoas.

Decoração diferente

A decoração é pensada pelos moradores desde que compram o apartamento na planta. A tendência é que os objetos escolhidos para deixar a casa mais elegante e com a cara da família também mudem.

Muitas pessoas já estão apostando nas plantas para trazer um pouco de natureza para dentro de casa e se distrair cuidando dos vasos neste período de isolamentos social. Também é esperado que as relações familiares estejam mais presentes na decoração, como fotos e quadros da família.

As casas contarão com menos objetos e mais funcionalidade, sendo um espaço ainda mais confortável, elegante e prático.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGlossário de termos do direito
Próximo artigoPandemia: proibir venda de bebidas alcoólicas, mas manter igrejas abertas funciona?

O LIVRE ADS