Como a saúde bucal das crianças pode gerar adultos mais felizes

Um belo sorriso definitivamente é o nosso melhor cartão de visitas. Os sorrisos genuínos demonstram a nossa autoestima elevada, simpatia, felicidade, além de criar e de estreitar laços.

A boa saúde bucal influencia diretamente a boa saúde mental, o que, por sua vez, atua e aprimora o nosso estado de bem estar social. Assim, para poder aproveitar desse jeito simples de curtir a vida, a criação de bons hábitos de higiene é primordial na infância, pois quando bem instruída, a criança os mantém por toda a vida.

Em contrapartida, não é novidade que a falta de cuidados na higienização pode gerar diversos problemas de saúde bucal e de saúde geral do corpo. Sabe-se como problemas bucais podem afetar diretamente órgãos vitais do corpo como o coração e os pulmões.

Já na área emocional, a perda de dentes, por exemplo, pode diminuir a autoestima e, ainda, provocar um comportamento de timidez, de vergonha que dificulta as relações pessoais e profissionais.

Por essa razão, as medidas de prevenção adotadas desde a infância são essenciais. Uma criança que aprende a escovar os dentes com cuidado, carinho e de forma correta, aprende a se cuidar bem. Ela terá menos cáries, menos problemas bucais e uma menor chance de perda dental. Dessa forma, com o zelo que está ligado à autoestima e à percepção individual de estética, a criança que cresce com dentes saudáveis, tende a se tornar um adulto saudável, consequentemente mais confortável com sua aparência, seguro de si e de seus relacionamentos.

Ícaro Hornick Carvalho, especialista em periodontia e implantes dentários. Seu instagram é @dr.hornick

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorLadrão faz buraco em parede de lotérica e realiza furto em Cuiabá
Próximo artigoEscolas privadas já podem retomar aulas presenciais em Rondonópolis