Como a covid-19 pode afetar a gestação?

Esposa do DJ Alok deu à luz a segunda filha do casal prematuramente depois de complicações causadas pela covid-19

(Foto: Reprodução)

Recentemente, a esposa do DJ Alok, Romana Novais, deu à luz, em parto prematuro, ao segundo filho do casal, a menina Raika. O nascimento, que estava previsto para o começo de janeiro, ocorreu de forma antecipada por conta de complicações da covid-19.  Dias antes do nascimento, o casal anunciou estar contaminado.

Segundo um estudo realizado por pesquisadores do Hospital Infantil da Filadelfia, nos Estados Unidos, gestantes contaminadas pelo coronavírus tendem mais a ser internadas e intubadas em comparação a não-gestantes.

“A covid-19 pode ter impacto na saúde da mãe e do feto, principalmente quando a gestação está no último trimestre”, explica o ginecologista Eduardo Zlotnik.

Parto de emergência

Gestantes que foram infectadas  devem ter uma atenção maior por parte do médico, principalmente quando estão no terceiro trimestre de gravidez.

Todo o pré-natal deve ser seguido normalmente e é necessário que médico e gestante fiquem atentos ao surgimento de sintomas leves ou mais graves. Caso o quadro da paciente no último trimestre se agrave e seja necessária a internação  pode-se considerar a realização de um parto de emergência para evitar problemas  como anomalias na frequência cardíaca fetal.

(Com Agência Einstein)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorBusca por teste para identificar transtorno mental cresceu 750% na pandemia
Próximo artigo“Restodontê”? Listamos dicas para você guardar a ceia de fim de ano sem riscos