Comissão aprova obrigatoriedade de banheiro familiar e fraldário em estabelecimentos coletivos

O descumprimento das regras pode causar gerar advertência, multa de até R$ 50 mil ou até interdição do local

A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) do Senado aprovou nesta quarta-feira (15) projeto que obriga a instalação de banheiro familiar e fraldário em estabelecimentos coletivos, tanto públicos como privados.

Pelo texto, as regras valerão para as novas edificações e também para as que passarem por ampliações ou reformas. As novas normas deverão ser aplicadas para recebimento da carta de habite-se, que permite o início do funcionamento do local.

O projeto agora segue para análise terminativa na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

O projeto considera banheiro familiar aquele destinado a crianças de até 10 anos de idade acompanhadas do respectivo responsável e, fraldário, como a instalação especial para troca de fraldas e amamentação de crianças de até três anos de idade.

Entre regras do texto aprovado estão a obrigatoriedade de acessibilidade a este locais.

A regra será aplicada “a locais com circulação, concentração e permanência de grande número de pessoas”, como hospitais e centros de saúde, universidades e centros universitários, centros de convenções e centros comerciais, sejam eles definitivos ou provisórios, cobertos ou ao ar livre.

Caso não seja possível a instalação de fraldário, os banheiros — tanto masculino quanto feminino — deverão ter local para troca de fraldas “em condições adequadas de segurança e higiene”.

O descumprimento das regras pode causar gerar advertência, multa de até R$ 50 mil ou até interdição do local. A pena será de acordo com a capacidade de circulação, concentração ou permanência de pessoas, a gravidade da infração e a capacidade financeira do infrator.

Em caso de reincidência, a multa será aplicada em dobro. Essa multa será cobrada em dobro também se a irregularidade não for corrigida no prazo estabelecido pelas autoridades.

(Com Agência Senado)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorBolsonaro pretende dar graça a jornalista Allan dos Santos
Próximo artigoUFMT dá até o fim do mês para servidores e estudantes apresentarem comprovante de vacina