Comida via delivery: 68% dos consumidores do Centro Oeste estão pedindo mais

Pesquisa revela uma mudança de hábito em relação aos apps de entrega. Não é mais só a pizza do sábado a noite

(Foto: Norma Mortenson / Pexels)

Desde o início da pandemia, 68% dos moradores da região Centro Oeste passaram a usar mais os aplicativos de entrega de comida. E para 63% deles, isso deve se tornar uma hábito. São pesssoas que disseram que pretendem manter os pedidos, mesmo quando as restrições sanitárias tiverem fim.

É o que revelam duas pesquisas realizadas entre abril e maio deste ano – uma delas feita pelo DataFolha. Foram ouvidas 1.515 pessoas de todas as classes sociais.

Boa parte desses consumidores, segundo o levantamento, é composta por idosos. O índice de uso dos aplicativos entre pessoas com mais de 60 anos cresceu 80% no período de pandemia.

A pesquisa ainda apontuou que 48% dos entrevistados utilizam os serviço de delivery quando querem comer algo diferente, que saia da rotina. Já 31% recorrem aos apps para não precisar cozinhar. E 25% fazem isso quando não querem sair de casa.

A maior parte dos pedidos (61%) é para o jantar e ainda ocorrem aos sábados e domingos. Durante a semana, eles somam 55%.

Em geral, as pessoas gastam uma média de R$ 27,47 durante a semana e R$ 29,59 aos fins de semana.

“É uma pesquisa interessante, pois mostra que o delivery não é usado apenas para aquela  pizza aos fins de semana. Acredito que seja uma transformação que está em progresso. Vamos passar de um mercado esporádico para um de alimentação diária. E é muito provável que a pandemia tenha colaborado para que essa mudança de comportamento ocorresse de forma mais rápida do que imaginávamos”, analisa Danilo Mansano, diretor-executivo da 99Food.

LEIA TAMBÉM

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorProdutor de O Esquadrão Suicida explica a ausência de Will Smith em novo filme
Próximo artigoScarlett Johansson está grávida, diz site