Comércio de imóveis movimenta R$ 3,2 bilhões em Cuiabá em ano de pandemia

Pesquisa do Secovi-MT aponta que somente entre outubro e dezembro do ano passado foram movimentados R$ 1,1 bilhão

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

O mercado imobiliário em Cuiabá movimentou R$ 3,2 bilhões em 2020 e alcançou o melhor resultado do setor, mesmo com a situação de pandemia. O destaque ocorreu no último trimestre do ano, quando houve movimentação de R$ 1,1 bilhão. 

Os dados são de pesquisa do Sindicato da Habitação de Mato Grosso (Secovi-MT), filiado ao Instituto de Pesquisa Fecomércio (IPF), divulgados nessa segunda-feira (25). O volume financeiro de 2020 superou o melhor resultado anterior, de 2015, ano com movimentação de R$ 2,3 bilhões. 

O destaque para o fim do ano, entre outubro e dezembro, foi definido pela movimentação de R$ 737,5 milhões em financiamento de imóveis por instituições financeiras. O serviço cresceu 29,6% em relação a 2019 (R$ 518.9 milhões) e 61,5% se comparado a 2015 (R$ 456,6 milhões). 

O presidente do Secovi-MT, Marco Pessoz, disse que o mercado macroeconômico, a taxa de juros mais baixa e o represamento para o consumo desde a crise iniciada em 2016 contribuíram para o bom desempenho dos indicadores da pesquisa atual. 

“Antes as pessoas não compravam não porque não queriam, mas porque não tinham condições. Agora, com a queda da taxa Selic [juros pagos pelo governo aos bancos], o que refletiu na queda da taxa de juros de financiamento, houve um impulsionamento na venda de imóveis”, afirmou.  

Conforme a pesquisa, foram negociados 9.383 imóveis (novos e usados) em 2020. Um aumento de 8,9% sobre 2019. A região que mais registrou expansão foi a Leste, com 3.108 unidades, seguida da Oeste (2.795).  

A região Sul contabilizou 1.861 unidades comercializadas e a Norte teve 1.472. A zona rural comercializou 147 unidades no período. O resultado atual somente é inferior ao primeiro ano de realização da pesquisa, quando foram comercializadas 10.411 unidades. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorJovem é dopado, agredido e estuprado durante roubo em MT
Próximo artigoVereador é cassado em MT ao fraudar carta “escrita” por analfabeta