Comerciante se recusa a vender mais de cinco caixas de cerveja e cliente chama a polícia

Cliente queria levar 100 caixas de cerveja, mas o dono do mercado se recusou a vender, dizendo que não era atacadista

(Foto: Freepik)

Um desentendimento atípico entre comerciante e cliente virou caso de polícia nessa segunda-feira (27). O cliente queria comprar 100 caixas de cerveja, mas o dono do mercado, por sua vez, se recusava a vender mais de cinco caixas.

A Polícia Militar foi acionada no mercado, no Bairro Jardim Glória II, em Várzea Grande (região metropolitana de Cuiabá), para resolver um desentendimento entre cliente e comerciante.

Ao chegar no local, encontrou o cliente, de 20 anos, que os havia chamado, que passou a contar que queria comprar 100 caixas de cerveja, porém, quando estava carregando a mercadoria no carrinho de compras, o gerente do mercado disse que só venderia cinco caixinhas por pessoa.

O cliente, no entanto, alegou que não havia nenhuma placa no mercado falando que a promoção da cerveja era restrita a essa quantidade do produto e, muito menos, que a forma de pagamento era somente em dinheiro, não aceitando cartões de crédito e débito.

Ele disse, ainda, que era a segunda vez que era impedido de realizar alguma compra no mercado pelo mesmo motivo, causando-lhe “transtorno e constrangimento”.

Os policiais, então, conversaram com o gerente e com o proprietário do mercado, que alegaram que o estabelecimento não é atacadista e, por isso, o cliente não podia levar mais de cinco unidades, ou quilos, de qualquer produto.

Sem acordo entre os dois, os policiais acabaram precisando registrar um boletim de ocorrência por “ocorrência atípica”, de natureza diversa.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

2 COMENTÁRIOS

  1. Os policiais que atenderam a ocorrência e quem lavrou não conhecem a legislação. Não é atípica é crime contra o consumidor. Ele tem que vender o que anunciou e só pode limitar a quantidade que tem em estoque, desde que divulgue quantas unidades tem em estoque. Já que não estudaram durante o curso de formação podiam ter um celular com internet.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVizinho de gleba chama menino para tomar banho de rio e tenta abusar sexualmente dele
Próximo artigoNível de contágio baixa em MT e apenas três cidades estão em alerta vermelho