Com queda de quase 9%, Dia dos Pais ainda foi a melhor data para o comércio em 2020

Por outro lado, vendas no ambiente virtual tiveram aumento de 22% em comparação com 2019

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

A pandemia de covid-19 fez os consumidores brasileiros comprarem 9% a menos neste Dia dos Pais do que o volume de vendas registradas em 2019. E ainda assim, a data foi a melhor deste ano para o comércio varejistas, segundo dados do Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA).

Em Cuiabá, a média de vendas no Dia dos Pais também ficou negativa, segundo a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL). Mas a a projeção era de que a queda fosse ainda maior.

“As vendas não superaram as do ano passado, ficaram abaixo e não conseguimos recuperar o prejuízo do primeiro semestre. Contudo, estamos com boas perspectivas. Aguardamos uma evolução, mesmo que gradativa, na segunda metade do ano”, analisa Fábio Granja, superintendente da CDL.

Por outro lado, as vendas no meio digital tiveram incrimento de 22%, em relação ao Dia dos Pais de 2019.

O comércio eletrônico é, inclusive, a aposta para o segundo semestre, tendo em vista a mudança no comportamento do consumidor.

“Estamos mais amadurecidos e adaptados ao ‘novo normal’ e ao novo momento que estamos vivenciando”, diz Granja.

A próxima data comemorativa é o Dia das Crianças, em outubro. A melhora nas vendas já é esperada. “Tudo indica que será positivo”, prevê o superintendente.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorTurismo: 80% dos brasileiros não viajaram no fim de 2019
Próximo artigoVídeo | Bombeiros e brigadistas lutam contra o fogo em área urbana de Cuiabá