Com pouca popularidade, Manuela D’Ávila fica fora das eleições desse ano

Depois de acumular duas derrotas eleitorais em quatro anos, Manuela decidiu não se candidatar esse ano

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

A ex-deputada federal pelo Rio Grande do Sul Manuela D’Ávila (PC do B) afirmou nesse sábado (28) que não pretende concorrer às eleições desse ano. A decisão foi confirmada dois anos depois de perder a disputa pela Prefeitura de Porto Alegre.

Manuela D’Ávila foi candidata à vice-presidente na chapa de Fernando Haddad (PT) na disputa presidencial de 2018. Desde o começo do ano, a comunista era cogitada para o Senado este ano.

“Sem interesse”

Pelas redes sociais, Manuela afirmou que nunca quis disputar às eleições desse ano e, por isso, não estará na corrida eleitoral.

“Não desisti de nenhuma disputa, portanto, pelo simples fato de que nunca afirmei que estaria nela”, disse.

Duas derrotas seguidas

Nos últimos quatro anos Manuela acumulou duas derrotas eleitorais seguidas perante seus eleitores.

Em 2018 participou da chapa petista derrotada por Jair Bolsonaro, dois anos depois, foi derrotada quando era candidata à prefeita da capital gaúcha.

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorTemer afirma que TSE não influenciará negativamente nas eleições
Próximo artigoWorkshop gratuito capacita secretárias domésticas, faxineiras e diaristas