Com mercado de carros seminovo aquecido, investir em estética automotiva traz valorização e celeridade no fechamento de negócios

Os números não mentem, os veículos seminovos são a bola da vez do mercado. Um dos motivos é a desaceleração da indústria automotiva na fabricação do zero.

Segundo dados da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), a produção caiu 31,6% em 2020, com problemas de produção por causa da pandemia, estão sendo lançados no mercado menos veículos novos. Em alguns casos a demora chega a ultrapassar três ou quatro meses de espera, e com este cenário o valor do zero também ficou superior. Diante deste cenário o seminovo ficou muito atrativo, e ainda conta com inúmeras facilidades de financiamento.

Para quem gosta de fazer as contas sabe que o mercado está propicio para comprar e vender, e pode sair na frente quem investir na estética automotiva. O fator aparência é decisivo na escolha, podendo definir entre a desistência ou concretização do negócio. De acordo com Rosi Cidram, gestora da Rivenditori, um centro automotivo de alto padrão em Cuiabá, a estética automotiva é uma alternativa sempre viável para a conservação do veículo, independente da intenção de vende-lo- ou não, mas um item não altera, manter a lataria e as condições internas impecáveis traz valorização ao bem.

“É normal ter essa dúvida, na hora de vender o seminovo, vale a pena investir em melhorias, reparos e até em um up grade na lataria? Seria perda de dinheiro, ou o contrário? Em 100% dos casos é garantido conseguir fazer um negócio lucrativo e justo quando o bem esta mais atrativo, quando elementos extras enchem os olhos. Ou seja, além de agregar valor ao veículo a resposta também é positivo no quesito celeridade de venda. Assim todos ganham, quem vende e quem compra”, explica Cidram.

Entre os elementos técnicos disponíveis na estética automotiva, estão itens modernos que não apenas mascaram a beleza da lataria, mas que de fato, convertem em uma conservação extra Premium. Entre as opções deste universo, vamos destacar três opções que estão na preferência de quem deseja impressionar como ninguém; espelhamento, vitrificação e pintura USITALIA.

“O Espelhamento é uma técnica altamente moderna que permite que a lataria do veículo fique ainda mais exuberante que um zero km, parecendo mesmo um espelho, a lataria ganha um brilho incrível. Os pequenos riscos e arranhões da desaparecem. A sujeira e as impurezas também não conseguem impregnar tão facilmente na pintura, pois o teflon deixa a superfície antiaderente e protege o automóvel”, explica a gestora.

 

Já a vitrificação automotiva é um sistema de proteção para a pintura, que cria uma camada de proteção ultra resistente. Quando um veículo é vitrificado, a pintura fica até seis vezes mais protegida contra riscos, chuva ácida, raios UVA e UVB, fezes de aves, seivas de árvores e outros agentes externos desfavoráveis. Além de preservar a pintura da lataria com o efeito hidro-repelente.

O empresário do segmento automotivo, Amir Maluf, trouxe um sistema avançado de pintura automotiva para Cuiabá, é a cabine USIITALIA, é o mesmo sistema  empregado na Fórmula 1, durante a pintura na estufa USI a certeza  é de ter zero imperfeições, além de permite pintar o carro inteiro, e não pequenas partes, como é mais comum. “A Cabine é a mais completa do mercado, com dois motores, tem a capacidade de concluir a secagem em apenas 30 minutos, e este tipo de secagem proporciona qualidade máxima no resultado, sem perda de brilho. Tecnicamente a cabine USI tem inúmeros elementos que definem seu resultado, entre eles, a descontaminação do ar, graças ao seu sistema de exaustão que troca o ar contaminado, com excesso de tinta pulverizada e outras partículas, por ar descontaminado, livre de partículas e mantém o ambiente interno na temperatura de 20ºC, ideal para pintura. Com a implantação da cabine suprimos em Cuiabá esta carência do mercado automotivo”, define o empresário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorUma tonelada de ração
Próximo artigoNBA: a história da maior competição de basquete do mundo