Com desemprego de 70%, cidade de Aparecida vive colapso socioeconômico

Prefeito da cidade de Aparecida narrou que o desemprego passa dos 70% e alguns bairros chega a faltar comida

(Foto: Divulgação)

O prefeito de Aparecida (SP), Luiz Carlos de Siqueira (Podemos), criticou as medidas de isolamento social obrigatório e a restrição do comércio adotadas no estado de São Paulo pelo governador João Doria (PSDB).

Nesta terça-feira (16), durante um depoimento ao programa Opinião no Ar, exibido pela RedeTV, o prefeito narrou o colapso da cidade que era movida majoritariamente pelo turismo religioso.

De acordo com o prefeito, não se pode deixar de lembrar da dignidade socioeconômica das pessoas durante o enfrentamento da pandemia.

“Nós, como cristãos, temos que pensar na saúde das pessoas. Mas também temos que pensar na dignidade socioeconômica”, disse o prefeito.

Na entrevista, o prefeito falou ainda que em bairros da cidade chega a faltar alimentos na mesa das famílias mais pobres, devido ao impacto do lockdown.

“Minha cidade está destruída, completamente destruída. Na periferia, está faltando comida na mesa. O governo do Estado não tem os olhos voltados para a tragédia socioeconômica que a cidade vive. Estamos em situação de miséria, de tragédia”, contou o prefeito.

O prefeito contou ainda que mais de 70% da cidade passa por situação de desemprego hoje e que o novo lockdown pode agravar ainda mais as coisas no município.

“Estou governando uma cidade com mais de 70% de desempregados. O comércio todo está quebrado e quebrando. Esse novo decreto emergencial do governador está levando nossa cidade para uma situação muito grave”, finalizou.

Nas últimas semanas, Doria endureceu ainda mais as medidas de isolamento social e os decretos ainda não possuem previsão para serem revogados.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPA fechado em Cuiabá
Próximo artigoVÍDEO | Vereador quer “pulverizar” cidade com álcool em gel por conta da pandemia