Com 73 à espera de UTI, governo de MT pede socorro para outros Estados

Ocupação das UTIs na rede exclusiva para a covid-19 chegou aos 99% nessa segunda-feira (8) e a SES declarou colapso

Imagem Ilustrativa (Reprodução: Agência Brasil/Rahel Patrasso)

O Governo de Mato Grosso pediu que outros Estados recebam pacientes locais da covid-19, via Sistema Único de Saúde (SUS). A Secretaria de Estado de Saúde (SES) informou que a rede hospitalar exclusiva da pandemia chegou à exaustão com a ocupação 98% dos leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). 

“Secretaria Estadual de Saúde de Mato Grosso informa que solicitou o auxílio dos demais Estados da federação para a possível transferência de pacientes com a covid-19. Até o momento, não houve confirmação oficial”, diz trecho de nota oficial. 

O boletim informativo divulgado nessa segunda-feira (8) pela SES informa que existem 498 leitos UTI na rede estadual, mas que 98,9% deles estão ocupados. É a taxa mais alta da segunda onda de contágio.

Seis hospitais operam acima da capacidade. O Hospital Regional Irmã Elza Giovanella, em Rondonópolis (210 km de Cuiabá), tem o dobro de pacientes que suporta.  

Conforme a Secretaria de Saúde, até o fim da tarde desta segunda-feira (8), 73 pessoas estavam à espera de vaga nos hospitais de tratamento da covid-19 em Mato Grosso e sem previsão de entrada. Todos estariam em situação que demanda internação em UTI. 

“Atualmente, Mato Grosso registra 73 pacientes com covid-19 à espera de um leito de terapia intensiva. É importante frisar que, considerando a universalidade do SUS, Mato Grosso prestou assistência a pacientes de Rondônia em janeiro e cedeu UTIs para o tratamento de pessoas que esperavam por uma vaga”, diz a SES. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorNomeação de titular
Próximo artigoMP denuncia homem que atropelou vítima e fugiu com corpo preso ao carro