CNJ veta reeleição no TJMT

Treze dos 15 conselheiros já seguiram voto do relator, que afirma que a reeleição contraria Lei da Magistratura

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

Treze dos 15 integrantes do pleno do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) já votaram contra o processo reeleição no Tribunal de Justiça de Mato Grosso. Eles seguiram a decisão do conselheiro Marcos Vinicius Jardim Rodrigues. 

Caso a decisão que se configura até o momento se concretize, anulará a alteração aprovada pelo colégio de magistrado no regimento interno do TJ, para permitir a reeleição. 

A análise do CNJ deve ser concluída nesta quinta-feira (29). Conforme o conselheiro relator do processo, a reeleição no Tribunal de Justiça de Mato Grosso contraria a Lei Orgânica da Magistratura. 

A eleição para presidente estava programada para o dia 8 deste mês, mas foi suspensa liminarmente pela Justiça. Sobre o julgamento do Conselho, o presidente do TJMT, desembargador Carlos Alberto Rocha, disse que não irá se manifestar. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGoverno paga salários na sexta
Próximo artigoO câncer de mama e a dispensa discriminatória