Clínicas privadas de MT acreditam poder vacinar contra a covid neste ano

Sindessmat diz que papel da rede privada será de suplementar a imunização pelo SUS

(Foto: Reprodução/Internet)

As clínicas de vacinação privadas em Mato Grosso não têm previsão de curto para entrar na campanha de imunização contra a covid-19. Inicialmente, as doses de vacina serão ofertadas exclusivamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS), seguindo o planejamento do Ministério da Saúde. 

A diretora-executiva do Sindicato dos Estabelecimentos de Serviços de Saúde de Mato Grosso (Sindessmat), Patrícia West, diz que existe a expectativa de que a rede privada entre na campanha neste ano, desde que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorize o comércio de vacinas. 

“É preciso ressaltar que a rede privada não está em competição com a rede pública; ela será um serviço complementar para acelerar a fila de espera do SUS. Então, enquanto não houver vacinação na rede pública, é muito difícil que haja vacina na rede privada”, comenta. 

Segundo a diretora, a tendência é que as clínicas privadas ofertem vacinas autorizadas pela Anvisa, o mercado não deve ficar restrito somente às que forem compradas pelo Ministério da Saúde. O que irá regular será o índice de eficácia dos imunizantes.  

Vacina indiana

Na semana passada, a Associação Brasileira de Clínicas de Vacinas (ABCVAC) entrou em negociação com a farmacêutica Indiana Barhat Biotech por cinco milhões de doses da Covaxin. Hoje, a farmacêutica anunciou acordo com uma empresa brasileira. 

A quantidade de doses para o Brasil não foi divulgada, mas a empresa afirmou que a prioridade será do setor público. Conforme Patrícia West, a associação deverá ser a intermediária entre as farmacêuticas e as clínicas privadas no Brasil. 

“Isso não significa que podemos estipular data, seria puramente chute. De novo, ressalto que a prioridade será da rede pública, mas que acredito que ainda neste ano a rede privada entre na campanha de forma suplementar”, disse. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEnem mantido para fim de semana
Próximo artigoA mudança continua