Clínica de psicologia em que casal atuava ilegalmente em Cuiabá é fechada

O homem tem formação em psicanálise e a mulher é licenciada em biologia, mas ambos estavam atuando como psicólogos

Foto: PJC MT

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor (Decon), e o Conselho Regional de Psicologia de Mato Grosso estiveram, na manhã desta quarta-feira (14), em uma clínica no centro de Cuiabá, para apurar uma denúncia de que um homem com formação em psicanálise e uma mulher licenciada em biologia estavam atuando como psicólogos e atendendo crianças e adultos.

Durante a ação conjunta, os policiais civis e fiscais do CRP verificaram que os suspeitos anunciavam em redes sociais e materiais impressos (cartazes e folders) atendimentos de psicopedagogia clínica, diagnóstico psicológico, testes, análises, avaliações e laudos psicopedagógicos, que são atos privativos de profissional com formação em psicologia. No local não foram encontrados pacientes.

Os policiais civis e fiscais ainda verificaram indícios de que os dois profissionais praticavam auriculoterapia e acupuntura na clínica.

A Polícia Civil apreendeu o material informativo e outros meios de prova da prática de atos privativos de psicólogos. O casal será responsabilizado criminalmente pela prática de exercício ilegal de profissão.

(Da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSegurança da PRF em Cuiabá vê funcionária ser assaltada, reage e troca tiros com bandido
Próximo artigoLeitão lidera em VG