Clima pesado no TCE

Salário de procuradores seria moeda de troca para apoio em eleição

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

Uma fonte do LIVRE afirma que o clima “anda pesado” no Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT), se estendendo ao Ministério Público de Contas (MPC-MT). “A briga está feia”, observou.

Cargos teriam sido criados para aumentar o salário dos procuradores de contas.

Por sua vez, estes mesmos procuradores estariam fazendo manobras para atender um certo conselheiro substituto do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT) que visa a conquistar a vaga de presidente na próxima eleição. O salário destes chega a alcançar a marca de R$ 7 mil.

LEIA TAMBÉM:

Observatório Social questiona “super salários” de procuradores e conselheiros