Clientes se recusam a pagar conta e peixaria vira palco de pancadaria

Os clientes disseram que o valor da conta não correspondia ao que haviam consumido

Uma peixaria na Rua Antônio Dorileo, no Bairro São Gonçalo Beira Rio, em Cuiabá, foi palco de uma briga generalizada na tarde desse sábado (26), depois que clientes se recusaram a pagar a conta do estabelecimento afirmando não concordarem com o valor.

A Polícia Militar foi acionada por volta das 16 horas para acalmar os ânimos e seis pessoas acabaram na delegacia: quatro clientes e dois proprietários da peixaria.

Conforme o boletim de ocorrência, quando a Polícia Militar chegou ao restaurante todos estavam bastante exaltados e trocando ofensas.

Os donos do restaurante (um casal) disseram que nesse sábado (26) os quatro clientes, junto a outras pessoas, consumiram uma grande quantidade de alimentos e bebidas, porém, na hora do pagamento, não concordaram com o valor e queriam sair sem pagar, o que motivou o início da briga.

O casal entregou à polícia uma comanda que relacionava o consumo dos clientes.

Em meio à briga, as seis pessoas chegaram a trocar agressões. Os clientes, inclusive, alegaram que os donos da peixaria e alguns funcionários os agrediram e ameaçaram. Eles disseram ainda, segundo o boletim de ocorrência, que os proprietários chegaram a danificar o celular de um dos clientes, rasgaram a camiseta de outro e danificaram os óculos do terceiro.

Como não chegavam a um acordo, todos foram encaminhados para a delegacia, junto à comanda e o celular danificado, que foram anexados como provas.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

6 COMENTÁRIOS

  1. Qual foi o valor da conta? Na verdade, as peixarias em Cuiabá, Várzea Grande e Santo Antônio querem cobrar a valores absurdos, cujo produto não é tão escasso em relação à demanda

  2. Peixarias no São Gonçalo não costumam praticar altos preços, todavia, a história que fiquei sabendo é que os donos cobraram além do que os clientes haviam consumido, e ficaram descontentes quando os clientes quiseram explicações. Em nenhum momento eles se negaram a pagar, até pq esse não era o problema.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorQuatro pessoas morrem em acidente entre carreta e veículo de passeio
Próximo artigoCerca de 24 mil pessoas estão sendo deslocadas em Brumadinho