Cliente recebe ligação dizendo que ganhou comida gratuita e tem WhatsApp clonado

O golpista usou o nome do restaurante Talavera, em Cuiabá, para ganhar a confiança da vítima e convencê-la a passar o código enviado para seu celular

Imagem ilustrativa / Pixabay

Um homem de 36 anos teve seu aplicativo WhatsApp clonado nessa segunda-feira (18) após receber uma ligação de uma pessoa se passando por funcionário do restaurante Talavera, localizado no Bairro Santa Rosa, em Cuiabá, oferecendo pratos de forma gratuita.

Segundo relato da vítima, a ligação aconteceu por volta das 16h30. Como era um restaurante que costumava frequentar, a vítima acreditou na história contada pelo golpista, de que o “brinde” era em função da pandemia.

A pessoa, no entanto, pediu que a vítima enviasse um código que havia recebido em seu celular para confirmar a participação na “promoção”. O que ela fez, mesmo achando a ligação inusitada.

O golpista ainda deu a instrução para a vítima ligar no número que o havia ligado para fazer o pedido gratuito quando quisesse.

Cerca de dois minutos após desligar a ligação, o homem recebeu uma mensagem avisando que seu WhatsApp estava sendo utilizado por outro aparelho, não mais no seu.

A esposa dele avisou imediatamente os familiares em grupos, para que ninguém caísse em algum golpe e descobriu que muitos já estavam recebendo mensagens da pessoa se passando pela vítima e pedindo dinheiro.

Crime comum

O homem pediu o cancelamento de seu número na operadora de celular e tentou avisar o máximo de pessoas possíveis, mas não sabe se alguém acabou caindo no golpe e depositando algum valor.

O caso foi registrado como “outras fraudes”. A clonagem de WhatsApp tem sido comum na grande Cuiabá, teve início com os golpistas fazendo vítimas que anunciavam em sites de compra e vendas e hoje já está mais abrangente.

O LIVRE entrou em contato com o Talavera, que, ao que tudo indica, não tem ligação com o caso, apenas teve seu nome e prestígio usado, mas até a publicação da reportagem não houve retorno da assessoria.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorHomem mantém ex-namorada trancada, sob a mira de uma arma e ameaça matá-la
Próximo artigoMadeireiros estimam queda de 60% nas vendas e pedem autorização para “atrasar” colheita