Cliente agride, estupra e tenta matar prostituta após ela recusar programa

Jovem recusou trabalho porque o homem afirmou não ter dinheiro para pagar pelo programa

Imagem ilustrativa (Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Uma jovem de 20 anos foi agredida, estuprada e sofreu uma tentativa de homicídio nessa segunda-feira (27) após se recusar a fazer um programa com um homem no Bairro Ouro Verde, em Várzea Grande (região metropolitana de Cuiabá).

Segundo relato da jovem, ela é garota de programa e havia sido contratada por um homem branco, gordo, de olhos verdes e com uma tatuagem em um dos braços.

Quando já estavam no local, porém, o homem disse que não tinha dinheiro para pagar pelo trabalho e a jovem se recusou a fazer o programa.

Com isso, o homem passou a agredi-la e, em seguida, pegou uma faca e deu um golpe de faca no pescoço dela. Com a jovem ferida, ele ainda a estuprou.

Quando conseguiu, a jovem acionou a Polícia Militar, que a ouviu e chamou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que encaminhou a vítima para o Pronto-Socorro de Várzea Grande, onde ela ficou sob cuidados médicos.

O suspeito está foragido. O caso foi registrado como estupro e tentativa de homicídio.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorProjeto traduz ‘juridiquês’ e ajuda trabalhador a entender decisões judiciais
Próximo artigoDia Mundial Contra a Raiva: a doença conhecida que continua fazendo vítimas