Circo Broadway terá sessão especial para crianças autistas nesta quinta

Durante toda a apresentação, o circo ficará com as luzes semi-acesas e o som mais baixo

Abril é o mês da conscientização sobre o autismo, síndrome que afeta vários aspectos da comunicação e influência também no comportamento do indivíduo. E como forma de promover a inclusão e proporcionar alegria e interação, o Circo Broadway oferecerá uma sessão solidária às crianças da Associação Amigos do Autista de Cuiabá. O espetáculo será nesta quinta-feira (05), às 20h30, no estacionamento do Pantanal Shopping.

Durante toda a apresentação, o circo ficará com as luzes semi-acesas, o som mais baixo e a plateia terá total liberdade para andar, cantar e se divertir à vontade.

Segundo a gerente de marketing do Pantanal Shopping, Ticiana Pessoa, o espetáculo será um momento de diversão e alegria para as famílias. “Algumas dessas crianças nunca estiveram em um circo, então esta será uma experiência singular para eles e não é a primeira vez que o Pantanal Shopping faz ações de inclusão com autistas. Em dezembro do ano passado oferecemos em parceria com o cinema uma sessão solidária com o filme A Estrela de Davi”, conta.

A sessão especial contará ainda com a presença de profissionais e dos pais para fazerem o acompanhamento e auxiliarem as crianças na adaptação do ambiente, como também a lidar com as dificuldades que possam surgir na ambientação do filho a um espaço diferente.

Autismo

Um estudo divulgado pelo Center of Deseases Control and Prevention (CDC), órgão ligado ao governo dos Estados Unidos, revela que uma criança a cada 100 nasce com o Transtorno do Espectro Autista (TEA). Até a alguns anos, a estimativa era de um caso para cada 500 crianças. Estima-se que 70 milhões de pessoas no mundo tenham autismo, sendo 2 milhões delas no Brasil.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMesmo com rejeição de habeas corpus, início da prisão de Lula ainda não tem data
Próximo artigoBlues, chorinho e música autoral: saiba o que rola toda quinta-feira em Cuiabá

O LIVRE ADS