Cinema brasileiro: Bacurau e O Processo voltam a ser exibidos no Cine Teatro Cuiabá

Já Bixa Travesty, estreia ciclo de exibições inéditas, em cartaz até abril

Bacurau ganhou o Prêmio do Júri do Festival de Canes de 2019

Em janeiro, o Cine Teatro volta a exibir duas aclamadas produções do cinema brasileiro. Vencedor do Prêmio do Juri do Festival de Canes em 2019, Bacurau será exibido na próxima terça-feira (14). E no dia 21 é a vez do documentário de Maria Augusta Ramos, O Processo.

Ambos terão sessões às 19h30 e com ingresso camarada: R$ 4 para ajudar a manutenção do espaço.

O western brasileiro de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles é um filme de aventura e ficção científica.

“Daqui a alguns anos… Bacurau, um pequeno povoado do sertão brasileiro, dá adeus a Dona Carmelita, mulher forte e querida, falecida aos 94 anos. Dias depois, os moradores de Bacurau percebem que a comunidade não consta mais nos mapas”, diz a sinopse.

Essa é a nova deixa para quem ainda não assistiu ao filme. Quatro sessões foram realizadas em 2018, com casa cheia. Foram grandes oportunidades para os cinéfilos cuiabanos assistirem à produção, que teve pouquíssimo espaço nos cinemas comerciais da Capital.

Bacurau é vencedor do Prêmio do Júri do Festival de Cannes de 2019 e continua em alta nos comentários da crítica internacional.

O Processo, oferece um olhar pelos bastidores do julgamento que culminou no impeachment da presidente Dilma Rousseff, em 31 de agosto de 2016. O filme testemunha a profunda crise política e o colapso das instituições democráticas no país.

E também é premiado: ganhou como melhor documentário no Festival de Berlim de 2018.

Documentário exibe o processo de impeachment de Dilma Rousseff (Foto: Reprodução)

Temporada Filmes

De janeiro a abril, o CTC exibirá filmes autorais difundidos por distribuidoras independentes como a Vitrine Filmes (a maioria), Arteplex Filmes (Bixa Travesty) e Espaço Filmes (Meu nome é Daniel e Euforia).

O projeto é realizado pelo Cine Teatro Cuiabá em parceria com Cineclube Coxiponés/PROCEV/UFMT.

Além de Bacurau e O Processo, Divino Amor, de Gabriel Mascaro, também será reprisado no dia 21.

Depois disso, começa ciclo de estreias inéditas, com Bixa Travesty, de Kiko Goifman e Claudia Priscilla. Só que este, será exibido excepcionalmente em uma quarta-feira (29), em razão do Dia da Visibilidade Trans).

Todos os demais filmes programados são inéditos em Cuiabá (exceto Temporada, exibido na última Mostra de Cinema Negro).

Confira a programação

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDesperdício na Saúde: servidor e ex-secretário são acionados por prejuízo R$ 820 mil
Próximo artigoÉ possível despoluir os rios urbanos; listamos os melhores exemplos do mundo

O LIVRE ADS