Cine Teatro exibe filme que dá sequência a curta premiado em Cannes

O longa "Alguma Coisa Assim (2016)” acompanha 10 anos de transformações de personagens que vivem uma relação sem rótulos entre São Paulo e Berlim

Caio e Mari, dois adolescentes, saem à noite pelas ruas de São Paulo em busca de diversão e, entre sons e silêncios, descobrem mais sobre si mesmos. Assim nascem os personagens do filme “Alguma Coisa Assim (2016)” no curta-metragem homônimo, premiado em Cannes em 2006. Dez anos depois, os diretores Esmir Filho e Mariana Bastos dão continuidade a esta história e, através da transformação de cidades e personagens, retratam as dores e as delícias de uma relação sem rótulos entre São Paulo e Berlim.

O filme será exibido nesta terça-feira (23), às 19h30, no Cine Teatro Cuiabá. Os ingressos saem a um valor simbólico de R$ 4 e R$ 2 (meia entrada). A classificação indicativa é de 18 anos.

No longa-metragem, Caio, interpretado por André Antunes, e Mari, que ganha vida pela atriz Caroline Abras, agora são dois jovens adultos, cujo relacionamento está além de qualquer definição. Ao longo desses dez anos, o enredo transita entre três momentos marcantes em que os desejos dos dois estão em conflito e onde o relacionamento da dupla é posto à prova.

A exibição de “Alguma Coisa Assim (2016)” integra o ciclo de filmes da distribuidora Vitrine Filmes, que chega a Cuiabá através do projeto Encontros com Cinema, realizado pelo Cineclube Coxiponés, com co-realização do Cine Teatro Cuiabá e o Governo de Mato Grosso.

O objetivo do Encontros com Cinema é formar plateias para a produção que está distante das salas de exibição do circuito comercial, além de estimular vínculos não apenas com os filmes exibidos, mas também com outros participantes da sessão. Vale lembrar, as exibições são seguidas de um bate-papo com os realizadores Diego Baraldi e Ana Maria Souza.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVítima de sequestro, jovem fica quatro dias trancada em quarto
Próximo artigoDiferença salarial entre homens e mulheres diminuiu de 2016 para 2017