Cine Teatro exibe documentário sobre cidades sem população jovem

A trama retrata a vida dos jovens nascidos no interior de Goiás que deixam a área rural pra trás e migram para os centros urbanos atrás de estudo, trabalho e perspectiva de vida

No sul de Goiás, duas cidades estão fadadas ao esvaziamento dos mais jovens: Paulistas e Soledade. Desde 2014 não há mais jovens morando nessa região. Essa é a história abordada no documentário dirigido por Daniel Nolasco, em exibição na Sessão Vitrine do Cine Teatro, nesta terça-feira (19), às 19h30, com a entrada no valor de R$ 2.

A trama retrata a vida dos jovens nascidos no interior de Goiás, que deixam a área rural e migram para os centros urbanos atrás de estudo, trabalho e perspectiva de vida. A narrativa gira em torno dos três irmãos Samuel, Vinícius e Rafael e expõe as transformações da região por meio do olhar e da relação dos três.

Nolasco entende bem a realidade retratada em sua obra, uma vez que, nascido em Paulistas, migrou com a família para a cidade de Catalão, Goiás. A fotografia é um destaque desse documentário, evidenciando sempre o vazio dos personagens, que constantemente inventam formas de passar o tempo na zona rural, como atirar em uma TV velha de tubo ou andar de moto.

 

 

Sessão Vitrine Filmes

Até o final de março, exceto no feriado de Carnaval, o Cine Teatro Cuiabá recebe as mais novas produções e co-produções cinematográficas brasileiras, distribuídas pela Vitrine Filmes.

Serão exibidos longas-metragens, entre documentários e ficções, de destaque no circuito de festivais, todas as terças-feiras, às 19h30. O título exibido na próxima sessão (26/02) será Diamantino (2018), dirigido por Gabriel Abrantes e Daniel Schmidt.

Confira a programação completa aqui.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCuiabá quer arrecadar com a concessão de praças à iniciativa privada
Próximo artigoPleno do TCE vai debater duas propostas para dar posse, ou não, a novo conselheiro