Cigana tenta terminar namoro e acaba espancada por companheiro

O namorado teria agredido a vítima com chutes, socos na boca e jogado a cabeça dela no chão diversas vezes

Uma jovem de 29 anos, declaradamente cigana, foi gravemente agredida nessa terça-feira (11) ao tentar terminar um relacionamento de cinco meses com um homem cuja idade não foi revelada.

O caso aconteceu no Bairro Cidade Alta, em Rondonópolis (220 km de Cuiabá), por volta das 18h20. A princípio, a Polícia Militar foi acionada para atender uma ocorrência de roubo e, só depois, veio a descobrir que se tratava, também, de lesão corporal.

Conforme o boletim de ocorrência, a jovem cigana estava em Rondonópolis há cerca de cinco meses para vender enxovais e, durante esse período, deu início a um relacionamento amoroso com um rapaz.

Porém, nessa terça-feira (11), ao tentar terminar a relação, o homem não teria aceitado. À Polícia Militar, ela contou que o namorado a obrigou a entrar no carro dela, uma Parati de cor prata, e a levou a um local deserto, onde começou a agredi-la.

Segundo o relato da jovem, o homem a agrediu com chutes, jogou a cabeça dela no chão diversas vezes, desferiu vários socos na boca dela e a deixou com várias lesões pelo corpo.

Após as agressões, o homem teria fugido em direção ao estádio da cidade, com o carro da vítima, levando toda a mercadoria que ela tinha para vender.

A Polícia Militar foi acionada em uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) para onde a cigana foi levada, já bastante machucada. Ela foi ouvida pela equipe policial dentro do box de atendimento, em cima de uma maca, e, conforme o boletim de ocorrência, reclamava de dores e apresentava lesões por todo o corpo.

Nos registros da PM consta que o mesmo casal já havia se tornado “caso de polícia” no último dia 9, domingo, quando os dois teriam se desentendido e uma equipe foi acionada.

O caso foi registrado como lesão corporal. Até o registro da ocorrência, nem o suspeito, nem o carro e nem as mercadorias da vítima haviam sido encontradas.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGato foge de casa para acompanhar velório de dona
Próximo artigoContratos emergenciais

O LIVRE ADS