Ciclista morre atropelado por caminhão em rodovia de MT

Jovem tinha 27 anos e morreu na hora

Foto: Facebook

Um jovem de 27 anos, identificado como Evandro Milton da Rocha, morreu nessa terça-feira (23) após ser atropelado por um caminhão na MT-488. O acidente ocorreu no trecho na zona industrial de Tapurah (430 km de Cuiabá).

A Polícia Militar foi acionada logo após o atropelamento e pediu apoio de uma equipe médica do município. Porém, quando o socorro chegou ao local, identificou que a vítima, que estava presa embaixo da roda traseira do caminhão, já estava sem vida.

Os policiais isolaram o local e acionaram o Corpo de Bombeiros de Lucas do Rio Verde (330 km de Cuiabá) e a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) de Sorriso (400 km de Cuiabá).

O condutor do caminhão, de 48 anos, estava no local e contou que seguia sentido Tapurah/ Nova Maringá. Ele ia para a empresa na qual trabalha, que fica a alguns metros do local do acidente.

Segundo ele, em uma curva, um veículo que estava à sua frente reduziu a velocidade. O motorista achou que o carro entraria em uma estrada de chão e desviou do veículo. Quando voltou para a pista, não notou a presença do ciclista na margem da rodovia e acabou o atropelando.

Ao sentir o impacto do atropelamento, o caminhoneiro freou o veículo e o ciclista ficou embaixo da roda traseira do caminhão.

Pouco depois da chegada da PM, um advogado da empresa chegou ao local e os policiais pediram que o caminhoneiro fosse levado para a empresa, devido à aglomeração de pessoas no local.

O corpo da vítima foi retirado pelos bombeiros e encaminhado para o Instituto Médico Legal de Sorriso.

Após a perícia, o caminhão foi removido do local e levado para o pátio da empresa. Câmeras de segurança da região ajudarão na investigação do acidente.

O caso foi registrado como homicídio culposo na direção de veículo.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCondenada alega que foi prejudicada por “barganha” feita pelo MP
Próximo artigoMP orienta municípios de MT a excluir profissionais do plano de vacinação