Chorando no banheiro

Gilberto Figueiredo fez um diagnóstico dos 90 dias de gestão na Secretaria de Saúde do Estado

(Foto: Suellen Pessetto/ O Livre)

Ao fazer um diagnóstico dos 90 dias de gestão à frente da Secretaria de Saúde de Mato Grosso, Gilberto Figueiredo revelou que em certos momentos precisou se ausentar para ir ao banheiro chorar.

O secretário disse que esteve em todas as unidades hospitalares do Estado e, nessas visitas, viu coisas muito tristes e impactantes. “Houve momentos em que eu tive que me ausentar e ir ao banheiro para chorar, de tanta coisa triste que eu vi, mas não foram razões para me desmotivar nessa empreitada”.

O balanço do trabalho na secretaria foi apresentado durante a abertura do Fórum de Governo e Prefeituras, nessa quinta-feira (05), oportunidade em que Figueiredo anunciou a vinda a Cuiabá dos ministros da Saúde do Brasil, dos Estados Unidades, Canadá e de outros países da América do Sul em 22 de abril, para o lançamento da Semana de Vacinação das Américas.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDeputado quer intervenção
Próximo artigo300 anos de comércio e empreendedorismo