China suspende compra de carne suína de frigorífico brasileiro

O país é atualmente o maior consumidor de carne suína de origem brasileira no mundo

Brasil, São Paulo, SP, 06/12/2011. Carne de porco (suína) em geladeira do Mercado Municipal (Mercadão), na zona central de São Paulo. - Crédito:ITACI BATISTA/AE/AE/Codigo imagem:102286

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) divulgou informações de que a China decidiu suspender as importações de carne suína de uma fábrica operada pela Aurora Alimentos, em Chapecó (SC). E o motivo é a covid-19.

A empresa alega ter encontrado rastros do novo coronavírus no material importado do frigorífico. Ainda não se sabe o valor total do impacto econômico que será causado pela suspensão do contrato.

O Ministério da Agricultura foi informado pelas autoridades chinesas no dia 28 de dezembro sobre a suspensão nas relações comerciais. Em nota, a ABPA disse se tratar de uma situação temporária e pontual.

“Todas as informações e demonstrações de boas práticas da cooperativa — que segue os rígidos protocolos setoriais e oficiais referentes à covid-19 — foram detalhadamente demonstradas às autoridades chinesas”, diz trecho da nota.

Atualmente, a China é a maior importadora de carne suína de origem brasileira. O país também suspendeu a compra de produtos de outros países devido a pandemia.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPopulista ou popular? Entenda a troca de “farpas” entre prefeito e governador
Próximo artigoAuxílio home office: projeto quer dividir despesas entre empregadores e empregados