|sábado, 20 Outubro 2018
(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Chefe da Casa Civil diz que Taques recebeu um Estado “eticamente quebrado”

Ciro Rodolpho diz que Taques não teve dinheiro para enfrentar concorrentes nas eleições deste ano

412
COMPARTILHECOMPARTILHE

O secretário-chefe da Casa Civil, Ciro Rodolpho Gonçalves, afirmou que o governador Pedro Taques (PSDB) recebeu o Estado de Mato Grosso “eticamente quebrado” quando tomou posse, em janeiro de 2015. Seu antecessor, Silval Barbosa (ex-MDB), depois de concluir o mandato passou quase dois anos preso e se tornou delator de esquemas de corrupção ocorridos na gestão dele.

“É preciso entender que nós recebemos um Estado quebrado eticamente, com relação à integridade e à moral. Isso ninguém nega. É incontestável”, afirmou o secretário, em entrevista coletiva nesta terça-feira (9), depois de participar da reunião do secretariado que avaliou o resultado das eleições e definiu as prioridades para o fim do governo.

Ciro rebateu ainda declarações do futuro governador, Mauro Mendes (DEM), e do seu vice, Otaviano Pivetta (PDT), que afirmaram que o Estado está quebrado financeiramente. “Com relação à questão fiscal e financeira, o Estado estará em condição melhor do que em 2014. Já está melhor do que 2014. Os quatro secretários de Fazenda que passaram pelo governo que garantiram o salário em dia. A emenda 81 (Teto de Gastos) é que vai garantir o equilíbrio fiscal de Mato Grosso”, afirmou.

Derrota nas eleições

O secretário comentou também o resultado das eleições, que acabou com o governador na terceira colocação, atrás do vencedor e de Wellington Fagundes (PR). “Estamos muito felizes de termos trabalhado muito e feito entregas dentro do Estado. Não são os secretários e servidores envolvidos que se auto avaliam, e o valor da democracia é esse”, disse.

Ciro afirmou ainda que Taques tinha menos recursos do que os adversários na campanha eleitoral. “O governador não tinha condições financeiras de fazer enfrentamentos à altura de outros blocos. Mas isso foi a lei que permitiu. Saímos de cabeça erguida, de que não fizemos nenhum compromisso escuso. Não estou dizendo que a outra parte fez, mas a série histórica da política nacional tem essa marca”, disse.

Período de Transição

Ciro coordena a equipe de transição do atual governo, composta também pelos secretários de Planejamento, Guilherme Müller, Fazenda, Rogério Gallo, e Gestão, Ruy Castrillon, pela procuradora-geral, Gabriela Novis Neves, e pelo controlador-geral, José Celso Dorileo. Ele informou que seguirá as regras para o período de transição definidas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) em 2016.

O secretário disse que, entre as prioridades do fim do governo, estão concluir as obras das saídas de Cuiabá, como a trincheira da Guia e duplicação da rodovia para Chapada dos Guimarães, e o novo Pronto Socorro de Cuiabá.

Além disso, o governo ainda tenta obter autorização do TCE para pagar a parcela que ainda falta da Revisão Geral Anual (RGA) 2018, prevista para dezembro. “Estamos argumentando no processo que precisamos cumprir o que está em lei. Se há algo a ser questionado é a lei, não o pagamento agora”, disse.

Deixe um comentário

Please enter your name here
Please enter your comment!

DESTAQUES

Bairro Cuiabá História Municípios Policia
Corpo carbonizado é encontrado por crianças que estavam soltando pipa
Polícia apreende quase uma tonelada e meia de peixes que estavam em restaurante de pousada
Atualizada: Morre policial vítima de acidente na Miguel Sutil; (veja vídeos)
Assembléia Legislativa Câmara Municipal Eleições 2018 Governo Judiciário Partidos Prefeitura
Disputa para comandar Ministério Público Estadual está entre dois promotores
Presidente da comissão tributária da OAB diz que emenda rejeitada por vereadores era necessária
Delegado acusado de tortura é solto porque a mulher dele está grávida
Agricultura Agropecuária Economia Agrícola Indicadores Agrícolas Pecuária Tecnologia Agrícola
Amaggi investirá na produção de biodiesel em Mato Grosso
Imac apresenta inovação no segmento da carne em feira internacional
Imea prevê ligeiro aumento na demanda pelo milho mato-grossense
Artes Cênicas Artes Plásticas Artesanato Cinema Comportamento Cultura Popular Gastronomia LIteratura Música
Intervenção urbana reúne grafiteiros, B-boys, DJ e MC’s na Praça Cultural do CPA II neste sábado
Amigos unem esforços para saldar despesas com tratamento e sepultamento de produtora cultural
MAUAL encerra 17ª edição com mostra informativa, premiações e festa no Metade Cheio
Corrupção Economia Eleições Estados Política
Anvisa aprova novos tratamentos contra o câncer na próstata e nos rins
Presidente do PSL refuta envolvimento em fake news
TSE abre ação para investigar suspeita contra campanha de Bolsonaro
Concurso Dicas Estágio Vagas de Emprego no Mato Grosso
Sine oferta mais de mil vagas de trabalho em Mato Grosso
Processo seletivo em Matupá oferece 50 vagas de até R$ 3,6 mil
Concursos públicos têm mais de 800 vagas e salários até R$ 18 mil em MT; confira
X