Cesta básica já chega a custar 65% do salário mínimo

Porto Alegre é a Capital brasileira com o valor mais alto e Brasília foi a que registrou o maior aumento nos últimos 12 meses

(Foto: Mayke Toscano/Gov-MT)

O valor da cesta básica tem consumido de 44,8% a 65,3% do salário mínimo no Brasil. Os dados são do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) pesquisados em 15 capitais braileiras. Cuiabá não está na lista.

Segundo o levantamento, Porto Alegre é a Capital com a cesta básica mais cara do país: R$ 664,67. E Brasília foi o local em que o valor desses produtos mais subiu nos últimos 12 meses: cerca de 34%.

Na lista das 15 capitais pesquisadas pelo Dieese, as do Centro Oeste encontram-se nas seguintes colocações, quando o assunto é cesta básica mais cara:

  • 6ª colocação: Campo Grande – R$ 609,33
  • 8ª colocação: Brasília – R$ 594,59
  • 9ª colocação: Goiânia – R$ 565,40

As capitais do Norte estão na ponta de baixo da lista, sendo Aracajú a que tem a cesta básica mais barata. Mesmo assim, os R$ 456,40 que ela custa, em média, representam quase 45% do salário mínimo atual no país.

(Com informaçõs do G1)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMotociclista morre ao bater em grade de proteção da estrada
Próximo artigoRodovias federais são liberadas pela PRF após decisão judicial