Centro Histórico: quase 100 imóveis estão abandonados e mais de 40 podem desabar

Número pode aumentar já que 55 deles ainda não passaram por vistoria

Recentemente, a fachada do Casarão da Gráfica Pepê caiu (Foto: Reprodução)

Um levantamento sobre a situação dos casarões históricos de Cuiabá realizado pela Superintendência do Iphan em Mato Grosso revela que 98 imóveis estão abandonados. Destes, 43 já apresentam risco de desabamento. Um número pode aumentar já que 55 deles ainda não passaram por vistoria.

Na lista constam prédios localizados na Praça do Rosário, nas avenidas Tenente Coronel Duarte e nas ruas Pedro Celestino, Barão de Melgaço, calçadão Ricardo Franco, Voluntários da Pátria e Sete de Setembro, entre outros endereços.

Os dados foram repassados ao Ministério Público de Mato Grosso que, por meio da 29ª Promotoria de Justiça de Defesa Ambiental e da Ordem Urbanística da Capital, convoca a sociedade civil para audiência nesta quinta-feira (5), às 8h30, para debater o assunto.

O encontro acontecerá na sede das Promotorias de Justiça de Cuiabá, ao lado do Fórum. Durante a audiência, serão discutidas políticas para requalificação e uso dos imóveis e espaços abandonados.

Formas de estímulo à utilização de imóveis e terrenos ociosos, inclusive os pertencentes ao Poder Público, através de instrumentos indutores da função social da propriedade; possibilidade de elaboração, de forma participativa e inclusiva, de planos urbanísticos voltados à revitalização da área; viabilização de políticas que favoreçam a renovação de edifícios históricos significativos e formas de inserção na dinâmica da cidade são alguns dos tópicos a serem debatidos.

(Com assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

O LIVRE ADS