CDL Cuiabá discute monitoramento na região central da capital

Assessoria de Imprensa

CDL Cuiabá

A Diretoria da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL Cuiabá) recebeu na sede da instituição o comandante da região central da capital, tenente-coronel Jean Araújo Lima e o 1° tenente Bruno Bartolomei Silva.

O objetivo da reunião foi discutir diversos assuntos relacionados à segurança pública, entre eles a instalação de câmeras de segurança para diminuir a incidência de assaltos e furtos, e também a fiscalização permanente em relação aos vendedores ambulantes no centro da capital.

“A instalação de câmeras de segurança iria funcionar mesmo sem a presença efetiva do policial, já que nossa equipe seria acionada somente quando houvesse necessidade. Com isso acreditamos que iria diminuir significativamente o número de ocorrências no centro de Cuiabá”, afirmou o tenente-coronel Jean.

Para o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL Cuiabá), Celio Fernandes, o projeto vem para combater, mas também prevenir os crimes como roubos e furtos.

“Hoje nós, infelizmente, temos um número grande de moradores de rua, de usuários de drogas, entre outros problemas na região central, e sabemos que o maior índice de crimes no centro é em decorrência das drogas, pois os usuários acabam cometendo crimes para manterem seus vícios, com isso, a Policia Militar faz o seu trabalho, porém, é necessário termos ações preventivas para que essas situações não ocorram”, disse.

Para a realização deste trabalho preventivo defendido pela CDL Cuiabá, é necessário o envolvimento de outros poderes, como da Prefeitura, Poder Judiciário e Ministério Público.

“Nós entendemos que é mais uma questão social para começarmos a resolver essa situação, então, esse encontro foi importante para discutirmos como está esse assunto e para que possamos buscar esse apoio dos outros poderes como da Prefeitura para realizar ações que retirem esses cidadãos dessa situação, do Judiciário para que analise com mais rigidez esses casos de quando essas pessoas são presas e também da Polícia Civil, no sentido de acelerar os processos de investigação e que decretem a prisão de um indivíduo que cometeu esse tipo de crime em um menor tempo possível”, afirmou Fernandes.

O presidente da CDL Cuiabá considerou a reunião positiva, levando em conta que é uma pauta que atinge diretamente no comércio local, além de estreitar relações com a policia militar, “além disso, essa aproximação é importante para que possamos ter ciência dos números reais de casos que têm ocorrido no centro, que até onde temos conhecimento tem diminuído. Essa troca de informação também é muito importante para termos condições de ter uma parceria mais produtiva e fazer com que o interesse comum em relação a segurança seja efetiva não somente para os empresários, mas também para toda a sociedade cuiabana”, finalizou Fernandes.

 PARTICIPAÇÃO – Além dos representantes da Polícia Militar e do presidente da CDL Cuiabá, também participaram da reunião os diretores Fernando Medeiros, Ademar Vidotti, Gustavo Nascimento, Otacílio Peron e o superintendente Fábio Granja.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorJared Leto, de Morbius, quer filme com multiverso de vilões
Próximo artigoTempos de luta, tempos de glórias!