CCAB Agro firma parceria com a Geodrone e investe em agricultura digital

Conhecida pelo amplo portfolio de produtos pós-patentes e biológicos para proteção de cultivos agrícolas, a CCAB Agro inicia os investimentos na área agricultura digital e de precisão

Brasil, São Carlos, SP, 03/04/2014. Lucas Sarraccini, aluno de pós graduação da Embrapa, opera drone em plantação experimental de milho na cidade de São Carlos, no interior do estado de São Paulo. - Crédito:CLAYTON DE SOUZA/ESTADÃO CONTEÚDO/AE/Código imagem:202420

A companhia acaba de fechar parceria com a Geodrone, empresa de pesquisa, monitoramento e processamento de dados digitais em agropecuária, hoje presente em mais de 600 mil hectares de lavouras no Matopiba – Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia -, além de Rio Grande do Sul e Goiás.

O resultado desse encontro vai se chamar CCAB Digital – Powered by Geodrone e já nasce com fôlego para chegar a todo o território nacional. Os segmentos da chamada smart agri são prioridades de investimentos da companhia, orientada pelos seus acionistas: 21 cooperativas de produtores rurais de alimentos e fibras têxteis. Juntas, elas representam cerca de 55 mil agricultores no Brasil.

De acordo com o CEO da CCAB Agro, Jones Yasuda, a preocupação em buscar soluções para o agricultor conquistar mais produtividade, com redução de custos e de forma sustentável, é uma constante na CCAB. “Não se trata de seguir uma tendência de mercado. Nós prospectamos investimentos realmente relevantes para o acionista, que, ao mesmo tempo, é o nosso cliente”, argumenta. Ainda segundo Yasuda, a escolha pela Geodrone se deu pela comprovada eficácia dos serviços oferecidos, aplicabilidade da tecnologia, e idoneidade do parceiro, hoje baseado no Oeste da Bahia, mas com atuação nos grandes polos de produção agrícola do país.

A sinergia entre a CCAB Agro e a Geodrone foi fundamental na escolha de um projeto para investimento. “Replicamos nessa parceria a mesma lógica usada no registro de produtos. Ouvimos o produtor rural de alimentos e fibras, entendemos as suas dores e buscamos a melhor solução para a sua demanda. Detectamos uma necessidade do agricultor e uma solução tecnológica que já existia, mas estava limitada a um público restrito. Nossa estratégia foi conferir mais robustez à Geodrone, ampliando o seu alcance e capacidade de trabalhar, inclusive em pesquisa e desenvolvimento de tecnologias”, explica, o diretor comercial da CCAB Agro, Emiliano Mellis. As soluções digitais serão comercializadas pela CCAB para sua base de clientes já nesta safra 2019-2020, no Matopiba. A CCAB avaliará a expansão da cobertura dos serviços para outras regiões já para a próxima safra.

O gerente de Desenvolvimento de Novos Negócios da CCAB Agro, Fabio Marques ressalta a ampla aceitação da Geodrone no Matopiba. “Nossa pesquisa detectou uma taxa de aprovação de 97% na base de agricultores-clientes da parceira”, revela Marques. Ele diz que a CCAB vai preservar a identidade da Geodrone, empresa fundada em 2015, empoderando a marca pela associação com a CCAB Agro, hoje a empresa que mais cresce no Brasil em seu segmento. “Nosso cliente terá a ferramenta à mão, de forma customizada. No futuro, pretendemos adicionar novas aplicações à plataforma, de acordo com a demanda dos agricultores. Nosso objetivo é ser validador de tecnologias realmente úteis para o negócio dos nossos clientes”, afirma Marques.

A Geodrone fornece serviços de previsão do tempo e agricultura de precisão, além de modalidades diversas de monitoramento, como o de máquinas em campo, pragas e doenças, voos de drone e agricultura de precisão. O conceito central é baseado em facilidade de acesso, autonomia e na interpretação dos dados coletados. “O processamento das informações e o diagnóstico corretos são a diferença entre uma boa e uma má decisão. A capacidade de dar essa reposta rápida e completa é o nosso diferencial”, explica o empresário e fundador da Geodrone, Ricardo Reis. Segundo ele, a Geodrone conta com uma base de dados formada por uma rede de mais de 3,3 mil pluviômetros na região do Matopiba, e isso potencializa o nível de acerto nas previsões climáticas.

“Quanto mais produtores rurais adquirem o serviço, maior é o armazenamento de dados e o sistema vai ficando mais inteligente. Isso garante repostas mais assertivas para o agricultor”, afirma Reis.  A parceria com a CCAB Agro, em sua opinião, vai impulsionar a pesquisa e o desenvolvimento de novas tecnologia e o aperfeiçoamento das existentes.

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorTransporte coletivo ganha novas linhas; uma delas é a CPA-Shopping Estação
Próximo artigoSanidade é tema central de Workshop gratuito voltado para a suinocultura

O LIVRE ADS