Catarata no Fantástico

Denúncia contra a Caravana da Transformação deve ser destaque no Fantástico

Promotor Mauro Zaque (Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

A denúncia da suposta realização de cirurgias “fantasmas” durante a Caravana da Transformação, programa do Governo do Estado, que resultou na deflagração da Operação Catarata, deve ser destaque no Fantástico, da Rede Globo, no próximo domingo (11).

Derrotado na corrida pela reeleição e alvo de duas delações por suposto envolvimento em esquemas de corrupção, das quais uma teve o sigilo derrubado recentemente, agora o governador Pedro Taques (PSDB) pode ser, novamente, “detonado” em cadeia nacional.

A chamada do Fantástico para a reportagem diz: “Olha essa fraude, um mutirão para operar gente com catarata, R$ 48 milhões de verba do governo. A empresa responsável pelos serviços prestou as contas e aí embaçou tudo, porque a cura muita gente não viu”.

Curiosamente, a repercussão nacional de um suposto esquema de corrupção em seu governo, mais uma vez tem como um dos protagonistas, do outro lado das investigações, o promotor de Justiça Mauro Zaque.

A Operação Catarata foi deflagrada pelo Ministério Público do Estado, por meio do Núcleo de Defesa do Patrimônio Público de Cuiabá, em setembro deste ano, por suspeita de que o governo pagou à empresa 20/20 Serviços Médicos S/S por cirurgias oftalmológicas não realizadas.

O outro caso que repercutiu em rede nacional foi o das interceptações telefônicas clandestinas, conhecido como “grampolândia pantaneira”. O esquema de foi denunciado por Zaque à Procuradoria Geral da República (PGR), a quem afirmou que o governo tinha conhecimento das escutas ilegais instaladas em Mato Grosso.

Zaque procurou a PRG em janeiro de 2017, depois de ter alertado o governador Pedro Taques. O escândalo veio à tona após uma reportagem também veiculada pelo Fantástico, em maio daquele ano, na qual o promotor reafirmou as denúncias.

O caso resultou em 13 pessoas presas, quatro secretários exonerados e dez inquéritos criminais. O possível envolvimento do governador Pedro Taques (PSDB) está nas mãos do Superior Tribunal de Justiça (STJ). O governador nega todas as acusações.

Veja a chamada do Fantástico para reportagem: 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

O LIVRE ADS