Casal de idosos morre com 33 horas de diferença

Um não vivia sem o outro

Histórias de amores intensos e eternos sempre nos cativam. Entretanto, o amor na melhor idade pode ser ainda mais emocionante ao ponto de que quando um vai embora, o outro não aguenta ficar sozinho.

Esse é o caso de um casal de idosos de Minnesota, nos Estados Unidos, que emocionou a internet nesta semana. Corinne e Bob Johnson, casados há 68 anos, morreram com 33 horas de diferença. Corinne, de 87 anos, morreu de insuficiência cardíaca. Bob, de 88, estava lutando com um câncer.

Em entrevista ao site KARE 11, a família disse que Bob esperou a esposa falecer para poder descansar também. Os dois eram amigos de infância e cresceram juntos em uma fazenda. Bob era o melhor amigo do irmão de Corinne. Em 1951, eles se casaram e passaram a vida trabalhando na roça. O casal deixou sete filhos, 14 netos e 15 bisnetos.

Segundo os filhos do casal, Bob esperaria que Corinne fosse embora antes para, só depois, ele falecer e não fazê-la sofrer. “Assim que a mãe morreu, ele morreu também. É difícil imaginar que seja coincidência”, disse Beth, uma das filhas.

“Todos nos preocupamos com o que aconteceria quando um deles se fosse, como o outro sobreviveria, mas eles resolveram isso sozinhos”, contou Lora, outra filha do casal.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

O LIVRE ADS