Casa da Mulher Brasileira

Será que o dinheiro é suficiente?

A prefeitura de Cuiabá anunciou que deve licitar ainda este mês as obras de construção da Cada da Mulher Brasileira, um complexo assistencial para as mulheres que reúne os serviços de acolhimento e apoio ao público. Segundo a prefeitura, o processo foi possível a partir da liberação da pela Caixa Econômica Federal (CEF) da emenda parlamentar do deputado federal Emanuelzinho, filho do prefeito Emanuel Pinheiro.

O recurso é no valor de R$ 1,5 milhão e corresponde a quase metade do que foi aplicado em construções deste modelo na cidade de Brasília. Lá, parlamentares reunidos conseguiram R$ 6,3 milhões para construir duas casas e equipá-las, o que confere pouco mais de R$ 3 milhões para cada unidade.

Diante dos fatos, a conclusão e funcionamento do aparelho público passa a ser vinculada a duas circunstâncias: a economia extrema da prefeitura ou a busca de mais emendas.

Vale lembrar que todas as casas seguem a mesma tipologia, como é padronizada pelo governo Federal. A de Cuiabá, será em uma área de 918,98 m² e dividirá o ambiente com a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher; Juizado Especializado de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher; Promotoria Pública e Defensoria Pública Especializada da Mulher e entre outros.

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorOportunidades no interior do Estado
Próximo artigoCabo de guerra