Carvalho rebate Emanuelzinho

Deputado cobrou 1 mil leitos de UTI para covid prometidos por governador; secretário esclarece que nunca houve essa promessa

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

O deputado federal Emanuel Pinheiro Neto (PTB), o Emanuelzinho, foi desmentido pelo secretário-chede da Casa Civil, Mauro Carvalho.

Não bastasse a briga política existente entre o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB) e o governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), agora a disputa de narrativas está mais ampla e passa a envolver os nomes de confiança dos dois chefes do Poder Executivo.

A celeuma desta vez se dá em torno de uma promessa feita pelo governador Mauro Mendes durante um live em conjunto com a Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT), realizada no dia 16 de abril. Mauro afirmou na ocasião, que dentro de 15 dias – portanto, até início de maio – o Estado teria pelo menos 1 mil novos leitos específicos para atender pacientes com covid-19.

O problema é que o deputado Emanuelzinho parece ter se equivocado ao interpretar a informação, e durante entrevista a um veículo de comunicação, cobrou os mil leitos de “UTI” que Mauro Mendes tinha prometido.

Mauro Carvalho, o braço direito do governador Mauro Mendes, saiu em combate à declaração de Emanuelzinho.

“Primeiro que nem o governador nem ninguém do Governo prometeu mil UTIs. As entrevistas são públicas e podem ser consultadas por qualquer cidadão. O que sempre enfatizamos é que o Estado está trabalhando incansavelmente para estruturar a rede pública de Mato Grosso para contarmos com mais de mil leitos, somando enfermarias e UTIs. E quando falamos de rede pública, falamos dos leitos disponibilizados pelo Estado e pelas prefeituras”, diz em nota.

Deputado Emanuelznho cobra governador, mas recebe resposta pouco amistosa do secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho (Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Segundo Carvalho, o Estado já criou e pactuou 526 novos leitos para pacientes covid desde o início da pandemia, em março deste ano. Deste montante são 159 novos leitos de UTI e 367 enfermarias.

“Enquanto o Estado trabalha dia e noite para viabilizar essas UTIs, outros tiram o tempo para propagar acusações sem fundamento. Sugiro que o deputado ajude Cuiabá a criar UTIs novas”, diz Mauro nenhum um pouco amistoso ao posicionamento do deputado.

UTI em Cuiabá

Mauro Carvalho ressalta que na última semana o Estado cumpriu com o que foi pactuado em reunião realizada com a Prefeitura de Cuiabá, e entregou mais 20 UTIs no Hospital Estadual de Santa Casa.

Na Capital, também foram abertas outras 50 UTIs na Santa Casa, 30 no Metropolitano e outras 30 estão em processo de abertura na mesma unidade.

“Já a Prefeitura de Cuiabá, que havia prometido criar 20 novas UTIs, não entregou nenhuma. Até anunciou a entrega no início da semana, mas nenhuma UTI até agora foi disponibilizada à regulação. Por enquanto, só remanejou as UTIs de outras especialidades e transformou em UTIs covid. Espero que essas UTIs sejam de fato entregues, porque a população está precisando com urgência de mais ação prática e menos anúncio vazio”, completou.

(Com assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCerca de 20% dos profissionais da saúde se afastam do trabalho a cada 15 dias em MT
Próximo artigoMotociclista acerta em cheio e mata jaguatirica em cidade de Mato Grosso

O LIVRE ADS