Carreata pró-Bolsonaro interdita principal avenida de Cuiabá por mais de 30 minutos

Este é o último ano antes do segundo turno, neste domingo

(Foto: Assessoria)

A menos de 24 horas da decisão do segundo turno da eleição presidencial, apoiadores dos candidatos Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL) saíram às ruas para a última carreata, em manifestação de apoio aos seus candidatos. No caso do candidato petista, os apoiadores também nomearam a ação de “Carreata da Virada”, no intuito de aumentar a popularidade do presidenciável.

Como de praxe nas carreatas anteriores, os apoiadores de Jair Bolsonaro se concentraram na Praça das Bandeiras, na Avenida Historiador Rubens de Mendonça (do CPA), às 15h. De lá, mesmo embaixo de chuva, saíram em direção ao centro-norte de Cuiabá.

Enquanto alguns usavam camisetas verde e amarela, da seleção brasileira, outros preferiram usar trajes estampando o rosto de Bolsonaro. Eles seguiam um carro de som e um trio elétrico. A estimativa é de que a fila de veículos tenha ficado maior do que um quilômetro.

Da Praça das Bandeiras, eles seguiram em direção ao centro e passaram pela Avenida Miguel Sutil. Fontes do LIVRE informaram que, apenas na região da Miguel Sutil, a carreata demorou cerca de 30 minutos para passar, do primeiro veículo ao último.

Pró-Haddad

Foto: Reprodução

Assim como os apoiadores do candidato conservador, os eleitores de Haddad também percorreram as ruas para manifestar o apoio ao ex-prefeito de São Paulo. Iniciando a carretada na Ponte Sérgio Motta, os apoiadores nomearam a ação de “Carreata da Virada”, uma vez que o candidato aparece 10 pontos percentuais atrás de Bolsonaro.

Para os apoiadores, a ação desta tarde é capaz de conquistar votos daqueles que ainda estão indecisos e mudar os votos daqueles que não concordam com o outro candidato mas não querem votar no partido de Haddad.

Com uma estratégia diferenciada, a carreata pró-Haddad passou por diversos bairros da Capital, principalmente na região do Coxipó. Por onde passou, encontrou apoiadores e também manifestações contrárias.

No momento da reportagem, os apoiadores estavam no bairro Parque Cuiabá e seguiam para os residenciais Santa Terezinha, Altos do Parque e Jardim Paulicéia.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorHomens passam de moto, flagram assalto e atiram em bandidos
Próximo artigoResidentes na Nova Zelândia são os primeiros a votar no segundo turno