Carnes, salgados e doces: Prefeitura de MT vai gastar R$ 2,1 mi com alimentos

Edital diz que a compra serve para abastecer gabinete do prefeito, secretarias e demanda de eventos

Roberto Dorner, prefeito eleito de Sinop (Foto: Divulgação/Campanha)

Em plena pandemia da covid-19, a Prefeitura de Sinop (478 km ao Norte de Cuiabá) pretende gastar R$ 2,1 milhões com produtos de alimentação para atender ao gabinete do prefeito Roberto Dorner (Republicano) e de secretarias municipais.

No começo do mês, um processo de licitação foi lançado para a compra de 138 itens nos quais estão inclusos picolé, sorvete, paçoca, bombom, pé de moleque, achocolatado diet, doce de leite e leite condensado.

Ao custo final de R$ 1,708 milhão ainda está prevista a compra de carne bovina, suína e de frango. Também pão, café, presunto, queijo, arroz, feijão, abacaxi, abacate, bananas, limões, abóboras, brócolis, alface, tomate, mandioca e cebola.

Chama a atenção a elevada previsão de gastos com produtos que não guardam relação com a administração pública.

Só em picolés, serão gastos R$ 51 mil. Em carnes, a previsão de gastos ultrapassa os R$ 203 mil.

E não é só isso. Na segunda-feira (29), a Prefeitura de Sinop publicou novo edital de licitação para a compra de bolos, sanduíches, misto frio, x-salada, panetone, salgadinhos, pães e refrigerantes.

A proposta é, novamente, atender o gabinete do prefeito Roberto Dorner e secretarias municipais.

O que diz a Prefeitura?

A Prefeitura explicou no próprio edital que a licitação é necessária para atender atividades vinculadas a congressos, seminários, mostras culturais, reuniões, treinamentos, bem como outros eventos e desenvolvimento de ações da administração municipal.

A nova relação de compras prevê, por exemplo, 860 kg de bolachas de fubá pelo valor de R$ 18 mil e outros 775 kg de bolo de chocolate por R$ 17 mil.

Há ainda a previsão de compra de 774 kg de cuca com recheio de doce de leite por R$ 15 mil e outros 721 kg de cueca virada também pelo preço R$ 15 mil.

A Prefeitura de Sinop também vai comprar 145 mil unidades de salgados pelo custo de R$ 90 mil. Pelo preço de R$ 73 mil, serão comprados R$ 6,4 mil x-saladas e 10,4 mil mistos frios por R$ 55 mil. Panetones, que tradicionalmente são vendidos final de ano, serão comprados por R$ 17,2 mil.

Bebidas também estão inclusas nas compras. Serão 6,6 mil unidades de quatro variedades de refrigerantes pelo preço de R$ 33,5 mil e 1,6 mil unidades de refrigerante 2 litros (composto de extrato de cola), 1,1 mil latas do mesmo produto, 2,2 mil unidades de refrigerante composto de guaraná e 1,5 mil latas.

O processo também prevê compra de mais de 2.065 caixas de suco por R$ 13.360,55.

Para pagar as compras, a Prefeitura de Sinop informa, também no edital, que serão usados recursos próprios, recursos estaduais, recursos federais de custeio do SUS, Fundo Municipal da Educação (FNE), Fundo Ambiental do Município de Sinop (FAMUS), Fundo Nacional de Assistência Social (FNAS).

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMourão toma vacina contra covid-19 e comemora nas redes sociais
Próximo artigoMendes assina carta que pede providência contra incitação a policiais e fake news